Conteúdo por Gazeta Esportiva

Suécia vence Inglaterra e conquista o 3º lugar da Copa do Mundo feminina

Atualizado

Neste sábado, a Suécia confirmou a terceira posição da Copa do Mundo Feminina. Jogando na Allianz Riviera, em Nice, na França, a seleção sueca fez prevalecer o ótimo desempenho no primeiro tempo, segurou o ímpeto da Inglaterra na segunda etapa e conquistou a vitória por 2 a 1 para subir no pódio da competição. Asllani e Jakobsson marcaram para a equipe comandada por Peter Gerhardsson. Kirby descontou para o English Team.

Os primeiros 45 minutos foram de domínio sueco. Pressionando a saída de bola e forçando o erro da Inglaterra, a Suécia abriu o placar logo aos 10 minutos, após falha de Greenwood que Asllani aproveitou para empurrar para a rede, e ampliou aos 21, em linda jogada individual de Jakobsson. Aos poucos, as inglesas equilibraram as ações ofensivas, diminuíram com Kirby e chegaram até a empatar com White, que teve o tento anulado por toque de mão.

Se a primeira etapa foi da Suécia, a segunda foi da Inglaterra. Em busca do empate, o English Team tomou a iniciativa, acuou as rivais em seu campo de defesa, mas não conseguiu transformar as chances criadas em gols. Em vantagem, as suecas pouco fizeram nos 45 minutos finais, tentando controlar o jogo e manter a vitória para garantir o terceiro lugar.

A decisão da Copa do Mundo feminina acontece neste domingo. No Parc Olympique Lyonnais, em Lyon, Estados Unidos e Holanda decidem o título às 12h (de Brasília).

O JOGO

Foi a Suécia quem tomou para si o protagonismo da partida. Apostando na pressão da saída de bola inglesa e nas jogadas verticais, a equipe comandada por Peter Gerhardsson assustou desde o início e criou boas chances desde os primeiros minutos. Aos quatro, por exemplo, por pouco a goleira Telford por pouco não se atrapalhou e perdeu a bola dentro da área.

A pressão surtiu efeito aos 10 minutos. Após levantamento para a área, Greenwood deu uma pixotada e a bola sobrou para Asllani, que cara a cara com a goleira Telford arrematou firme, sem chances para a goleira, que ainda tocou na bola, e abriu o placar. Na jogada seguinte, Jakobsson infiltrou e bateu forte. A bola bateu na trave, rebateu na goleira e foi pela linha de fundo.

Mesmo na frente do marcador, as suecas não diminuíram o ritmo e seguiram criando oportunidades até chegar ao segundo gol, aos 21 minutos. Em boa jogada individual, Jakobsson foi levando do lado esquerdo para o centro e bateu colocado, no canto, e ampliou a vantagem. Na saída de bola, a Inglaterra respondeu, mas o arremate de trivela de Bronze foi para fora.

Passado o baque inicial dos dois gols sofridos, a Inglaterra conseguiu, aos poucos, equilibrar a partida e as ações ofensivas, trabalhando mais a bola e utilizando os lados do campo. Foi assim que, aos 30 minutos, Kirby diminuiu. Sozinha, a camisa 10 carregou, cortou para o meio e bateu rasteiro. Antes de morrer no fundo da rede, a bola tocou na trave.

A atacante White, da Inglaterra, ainda teve duas chances para deixar o placar em igualdade antes do intervalo. Primeiro, aos 32, conseguiu se livrar da marcação e marcou o gol. Após a consulta no VAR, entretanto, Anastasia Pustovoytova anulou o tento ao dar toque de mão. Já aos 50 minutos, ela recebeu em profundidade e tocou na saída da goleira sueca, que fez grande defesa.

Diferentemente do primeiro tempo, a Inglaterra iniciou a segunda etapa com uma postura mais agressiva em busca do empate. E por pouco, logo aos cinco minutos, Moore não empatou a partida. Após ajeitada de calcanhar de Kirby, a meio-campista veio de trás e encheu o pé, mas a bola foi para fora. Na sequência, aos 12, Kirby carregou pela linha de fundo, mas cruzou nas mãos de Lidahl.

A primeira resposta da Suécia na segunda etapa veio apenas aos 21 minutos, através da individualidade de Zigiotti. Escalada no segundo tempo na vaga de Asllani, que abriu o placar, a jogadora sueca carregou e arriscou da meia lua para defesa de Telford. Aos 29, Eriksson procurou Blackstenius na área, mas a goleira inglesa se antecipou e pegou mais uma.

Nos minutos finais, o cansaço por conta do desgaste e do calor francês se mostraram evidente em ambas as equipes. A Inglaterra, por sua vez, precisando de um gol para manter viva a chance do terceiro lugar, criou perigo em boa trama pela esquerda. Após bate-rebate, a bola ficou com White, que no momento do arremate foi travada pela defensora sueca.

Aos 44 minutos, a Inglaterra criou sua última chance de maior perigo, e o gol de empate não saiu por conta da zagueira Fischer. No rebote da cobrança de escanteio, Bronze pegou a sobra e encheu o pé. Com a goleira no meio do caminho, a defensora entrou na frente da bola e evitou o gol afastando de cabeça. No fim, a vitória por 2 a 1 deu o terceiro lugar para a seleção da Suécia.

FICHA TÉCNICA

INGLATERRA 1 X 2 SUÉCIA

Local: Allianz Riviera, em Nice, na França

Data: Sábado, dia 6 de julho de 2019

Horário: 12h (de Brasília)

Árbitra: Anastasia Pustovoytova (RUS)

Assistentes: Ekaterina Kurochkina (RUS) e Petruta Iugulescu (ROM)

VAR: Felix Zwayer (ALE)

Cartões amarelos: Lindahl (Suécia), Moore (Inglaterra)

GOLS: Asllani (Suécia), aos 10 minutos do 1T; Jakobsson (Suécia), aos 21 minutos do 1T; Kirby (Inglaterra), aos 30 minutos do 1T

INGLATERRA: Telford; Bronze, Houghton, McManus e Greenwood; Scott, Kirby, Moore; Parris (Carney), Mead (Taylor) e White

Técnico: Phil Neville

SUÉCIA: Lindahl; Glas, Fischer, Sembrant e Eriksson; Asllani (Zigiotti), Bjorn (Ilestedt), Seger; Jakobsson, Rolfo (Hurtig) e Blackstenius

Técnico: Peter Gerhardsson

Mais conteúdo sobre

Copa do Mundo Feminina