Conteúdo por Gazeta Esportiva

Tabárez fala em falta de sorte do Uruguai após empate contra o Japão

O técnico Óscar Tabárez saiu decepcionado com a falta de sorte de sua equipe nesta quinta-feira, em Porto Alegre, onde empatou em 2 a 2 com o Japão em partida válida pela segunda rodada do Grupo B da Copa América. Embora o Uruguai tenha criado bem mais e oferecido poucas possibilidades ao rival, a igualdade no placar prevaleceu ao fim dos 90 minutos.

“Se a bola não entra, não é gol, mas quantas situações criamos? Uma coisa é resultado, outra coisa é o rendimento. Não conseguimos superar a posição do Japão no meio-campo no primeiro tempo, mas no segundo tempo melhoramos, tivemos bolas na trave. Não sou comentarista de resultados. Quando você joga bem, chuta, a bola pega na parte de dentro da trave e não entra, é complicado. O Japão com poucas chances fez dois gols”, afirmou Tabárez.

A forte marcação dos japoneses na faixa central do gramado também foi algo que chamou a atenção do treinador do Uruguai. Segundo ele, o time teve dificuldades para jogar como gostaria no primeiro tempo por conta da falta de espaços para os atletas encarregados de armar a transição ofensiva.

“Eles trabalharam muito bem essa área e depois conseguimos encontrar uma solução, que era eliminar a boa marcação que eles tinham. Superamos com passes mais longos, passando as bolas para nossos atacantes. Trouxemos uma dinâmica muito boa, recuperando a bola, mas, apesar dos erros que cometemos, tivemos as melhores chances. No segundo tempo tentamos melhorar e manter a posse da bola, começamos a controlar o jogo. Sofremos dois gols evitáveis. Tivemos várias oportunidades, bolas que bateram no travessão, mas há muitas coisas que podem ser resgatadas”, prosseguiu.

Questionado se o Uruguai era o favorito a conquistar a Copa América por conta do desempenho aquém das expectativas de Brasil e Uruguai, Óscar Tabárez foi cauteloso, acreditando que sua equipe tem as mesmas chances de erguer a taça que os rivais.

“Não falo sobre essas coisas. Seria muito difícil se eu dissesse algo e depois errasse. Não posso falar sobre o resultado dos outros jogos. Não descartaria nenhuma das equipes, qualquer uma pode ser campeã da América. Estamos somente no segundo jogo da primeira fase, longe de qualquer tipo de conclusão”, concluiu.

Copa América