Tatiana Weston-Webb avança para as oitavas de final do US Open of Surfing na Califórnia

Atualizado

Tatiana Weston-Webb venceu bateria que tinha a australiana Stephanie Gilmore. Foto: Jenny Herron/ND

A gaúcha Tatiana Weston-Webb segue representando o Brasil no primeiro QS 10000 feminino da história do WSL Qualifying Series. Ela passou para as oitavas de final batendo até a heptacampeã mundial Stephanie Gilmore, mas a australiana avançou em segundo lugar na bateria. A quinta-feira foi mais um dia só de competição feminina nas ondas de 2-3 pés de Huntington Beach, com a batalha para as oitavas de final masculinas do QS 10000, com onze brasileiros entre os 24 surfistas, ficando para as 7h00 da sexta-feira na Califórnia, 11h00 no fuso horário de Brasília.

A vitória da única brasileira que segue na disputa do QS 10000 feminino, aconteceu na quinta bateria da quinta-feira nos Estados Unidos. A recordista de títulos mundiais, Stephanie Gilmore, largou na frente com notas 5,83 e 7,50 nas primeiras ondas que surfou, no entanto não conseguiu nada melhor do que isso para aumentar seu placar. Tatiana conseguiu virar o resultado também em duas ondas seguidas, que valeram 6,43 e 7,23 para vencer por 13,66 a 13,33 pontos. A gaúcha também derrotou outra australiana, Macy Callaghan, que foi eliminada com 11,60 pontos, ficando em 17.o lugar no Vans US Open.

Backside afiado de Tatiana Weston-Webb nas direitas de Huntington Beach. Foto: Jenny Herron/ND

Com a classificação para as oitavas de final, Tatiana já subiu do sétimo para o quarto lugar no ranking do WSL Qualifying Series, que continua com as australianas Isabella Nichols e Bronte Macaulay na primeira e segunda posições, respectivamente. A gaúcha vem embalada de um vice-campeonato no QS 6000 de Oceanside, também na Califórnia no último domingo. Agora vai enfrentar Mahina Maeda na briga pela quinta vaga nas oitavas de final do US Open.

A japonesa foi uma das duas surfistas que entraram na lista das seis indicadas pelo ranking do QS para a elite das top-16 do CT nesta etapa. A outra é a americana Alyssa Spencer, que também passou para as oitavas na quinta-feira. As duas tiraram do G-6 a taitiana Vahine Fierro e a americana Samantha Sibley, mas a briga prossegue até o último dia na Califórnia, pois qualquer uma pode chegar no topo do ranking com os 10.000 pontos que estão em jogo.

As oitavas de final femininas já foram anunciadas para o sábado em Huntington Beach, com a primeira bateria começando as 7h00 na Califórnia, 11h00 no Brasil. Depois de dois dias sem competir, os homens voltam na sexta-feira para disputar classificação para as oitavas de final. O Vans US Open of Surfing é o maior campeonato do mundo, promovendo um grande festival com as etapas masculina e feminina do QS 10000, da categoria Pro Junior, Longboard, Skate e muitas outras atrações para o público que sempre lota o píer de Huntington Beach.

Mateus Herdy é o Brasil na categoria Pro Júnior. Foto: Kenny Morris/ND

PRO JUNIOR – Na categoria Pro Junior, para surfistas com até 18 anos de idade, dois sul-americanos vão disputar as semifinais no sábado. O atual campeão mundial Pro Junior da World Surf League, Mateus Herdy, é um dos onze brasileiros que seguem na briga do título do QS 10000, mas ele também quis participar do Pro Junior e passou três baterias, sempre em segundo lugar, para chegar nas semifinais.

Seus adversários na briga pelas duas primeiras vagas na decisão do US Open Pro Junior, são o japonês Joh Azuchi e os norte-americanos Jett Schilling e Taj Lindblad. Na categoria feminina, a atual bicampeã sul-americana Pro Junior da WSL South America em 2017 e 2018, Sol Aguirre, não conseguiu participar do primeiro QS 10000 feminino da história, mas foi até a Califórnia competir no Pro Junior para surfar nas ondas do maior palco do surfe norte-americano.

Assim como Mateus Herdy, a peruana se classificou em segundo lugar nas duas baterias que disputou até as semifinais, despachando três norte-americanas e uma atleta da Nicarágua. Sol Aguirre é a única surfista de outro continente entre as oito finalistas e sua próxima participação será na segunda e última batalha por duas vagas na decisão do título, contra a havaiana Keala Tomoda-Bannert e as norte-americanas Samantha Sibley e Caitlin Simmers.

O QS 10000 Vans US Open of Surfing está sendo transmitido ao vivo de Huntington Beach pelo www.worldsurfleague.com e pelo Facebook Live e pelo aplicativo da World Surf League. A primeira chamada da sexta-feira será as 7h na Califórnia, 11h no Brasil.

QUARTA FASE DO QS 10000 VANS US OPEN OF SURFING:
1º e 2º=Oitavas de Final/3º=17º lugar com US$ 2.500 e 2.200 pontos
1ª: Seth Moniz (HAV), Krystian Kymerson (BRA), Charles Martin (FRA)
2ª: Peterson Crisanto (BRA), Alex Ribeiro (BRA), Connor O´Leary (AUS)
3ª: Michael Rodrigues (BRA), Evan Geiselman (EUA), Kalani Ball (AUS)
4ª: Yago Dora (BRA), Caio Ibelli (BRA), Jorgann Couzinet (FRA)
5ª: Jack Freestone (AUS), Weslley Dantas (BRA), Morgan Cibilic (AUS)
6ª: Kanoa Igarashi (JPN), Barron Mamiya (HAV), Liam O´Brien (AUS)
7ª: Adriano de Souza (BRA), Griffin Colapinto (EUA), Mateus Herdy (BRA)
8ª Conner Coffin (EUA), Tomas Hermes (BRA), Luel Felipe (BRA)

OITAVAS DE FINAL FEMININAS – 9º lugar com 3.700 pontos e US$ 3.550:
1ª: Caroline Marks (EUA) x Alyssa Spencer (EUA)
2ª: Courtney Conlogue (EUA) x Zahli Kelly (AUS)
3ª: Brisa Hennessy (CRI) x Isabella Nichols (AUS)
4ª: Sally Fitzgibbons (AUS) x Keely Andrew (AUS)
5ª: Tatiana Weston-Webb (BRA) x Mahina Maeda (JPN)
6ª: Stephanie Gilmore (AUS) x Bronte Macaulay (AUS)
7ª: Nikki Van Dijk (AUS) x Sage Erickson (EUA)
8ª: Malia Manuel (HAV) x Tessa Thyssen (FRA)

TERCEIRA FASE FEMININA DO QS 10000 VANS US OPEN:
1ª e 2º=Oitavas de Final/3ª=17º lugar com US$ 2.500 e 2.200 pontos
1ª: 1-Caroline Marks (EUA)=13.70, 2-Zahli Kelly (AUS)=10.10, 3-Summer Maedo (HAV)=9.20
2ª: 1-Courtney Conlogue (EUA)=13.60, 2-Alyssa Spencer (EUA)=13.43, 3-Tia Blanco (PRI)=11.13
3ª: 1-Isabella Nichols (AUS)=14.73, 2-Keely Andrew (AUS)=13.00, 3-Kirra Pinkerton (EUA)-10.70
4ª: 1-Sally Fitzgibbons (AUS)=11.63, 2-Brisa Hennessy (CRI)=11.57, 3-Minori Kawai (JPN)=6.30
5ª: 1-Tatiana Weston-Webb (BRA)=13.66, 2-Stephanie Gilmore (AUS)=13.33, 3-Macy Callaghan (AUS)=11.60
6ª: 1-Bronte Macaulay (AUS)=17.10, 2-Mahina Maeda (JPN)=11.10, 3-Hinako Kurokawa (JPN)=7.67
7ª: 1-Sage Erickson (EUA)=15.50, 2-Tessa Thyssen (FRA)=11.74, 3-Meah Collins (EUA)=9.56
8ª: 1-Malia Manuel (HAV)=13.60, 2-Nikki Van Dijk (AUS)=13.27, 3-Vahine Fierro (FRA)=5.17

Surfe