Conteúdo por Gazeta Esportiva

Tchê Tchê fala sobre grande fase no São Paulo: “Longe de ser um craque”

O São Paulo pode não estar marcando gols e conquistando vitórias neste Campeonato Paulista, entretanto, individualmente alguns jogadores vivem grande fase, como Tchê Tchê, titular indiscutível de Fernando Diniz e que mantém uma regularidade bastante grande neste início de temporada.

Depois de terminar 2019 como segundo volante, Tchê Tchê começou 2020 exercendo um novo papel, o de primeiro volante, mais recuado. Seu posicionamento, no entanto, não impede que ele tenha certo destaque no meio-campo, se tornando peça fundamental na transição ofensiva da equipe.

“A gente tenta ser muito intenso nos jogos, cada sessão de treinamentos nos empenhamos muito. O Diniz tenta dar atenção a todos, tanto os que estão jogando quanto os que não estão, ele tenta passar o mesmo tipo de orientação para todos nós. Sobre estar nos principais lances, eu sou um cara que estou longe de ser um craque ou algo do tipo. Então, minha maior força é estar sempre ligado, dando dinâmica. As coisas simples do jogo são o que fazem eu ter importância para o time”, afirmou Tchê Tchê à Spfctv.

Para o início de temporada de Tchê Tchê ficar perfeito, só faltam mesmo as vitórias. O São Paulo não triunfa há três rodadas, apesar de ter dominado todos os seus adversários e criado boas oportunidades de gol. Neste sábado, contra o Oeste, os comandados de Fernando Diniz terão mais uma oportunidade de, enfim, acabar com a incômoda sequência de tropeços, e, para Tchê Tchê, é só questão de tempo para que os bons ventos voltem a pairar sobre o Morumbi.

“Vamos ser cobrados por grandes resultados. Como não conseguimos a vitória, faz três jogos que não vencemos, a cobrança aumenta, mas acho que tanto o Diniz quanto nós temos o respaldo da diretoria, todos remando para o mesmo caminho. A palavra-chave é trabalho. Trabalhar, porque assim que as bolas entrarem na rede do adversário, as vitórias vão vir, sequência de vitórias, e isso vai nos dar mais confiança, e o torcedor vai acreditar. Sabemos que o torcedor está junto com a gente e essa é a chave para o futuro”, concluiu.

Futebol