Técnico ressalta evolução gradativa do Figueirense e vê espaço para crescer mais

Atualizado

A vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo-SP, na última terça-feira, deixou o Figueirense em boa situação durante a pausa da Série B para a disputa da Copa América.

Treinador Hemerson Maria avaliou a série B como equilibrada – Jonh Léo/Figueriense FC

O time catarinense superou um adversário direto na briga pelo acesso e chegou à oitava colocação com 13 pontos, dois a menos do que a Ponte Preta, primeiro time dentro do G4.

O técnico Hemerson Maria se mostrou satisfeito com o desempenho da equipe, principalmente nas últimas partidas e ressaltou a importância dessa evolução para a sequência do campeonato.

“Está sendo um crescimento gradativo. A gente tem evoluído ao longo da temporada. A gente vê que nossa equipe está encorpando, ganhando uma cara, e temos um modelo de jogo bem estabelecido, fruto do trabalho de equipe”, disse o treinador.

Leia também:

Hemerson Maria ainda fez questão de citar nominalmente alguns jogadores que estão adquirindo a forma física ou o entrosamento ideal e ainda podem evoluir no segundo semestre da temporada.

“O Alemão, que trouxemos para formar a zaga com o Ruan Renato, está tendo uma sequência agora. O Teixeira está adquirindo ritmo de jogo após lesão. O Betinho ficou um período fora, assim como o Willian Popp, que precisar estar bem fisicamente. O time pode crescer ainda mais”, concluiu.

Assim como todas as equipes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro, o Figueirense tem um bom tempo para ajeitar a equipe, já que a competição para por cerca de um mês para a disputa da Copa América.

Quando voltar, a Série B terá o confronto entre América-MG e Figueirense, no Independência, em Belo Horizonte, pela nona rodada. O jogo ainda não tem data definida.

Mais conteúdo sobre

Futebol