Thiago Ribeiro destaca empate e pede evolução na ‘marcação pressão’

Atacante afirma que o Santos não soube executar os pedidos do técnico Oswaldo de Oliveira e, por isso, teve muitas dificuldades no confronto diante do Grêmio Osasco Audax

Divulgação

Por conta das dificuldades impostas pelo adversário, o atacante Thiago Ribeiro comemorou o empate por 1 a 1 diante do Grêmio Osasco Audax, nesta terça-feira, no estádio do Pacaembu, pela segunda rodada do Campeonato Paulista. O gol do Peixe só saiu aos 44 minutos do segundo tempo, em cabeçada de Jubal.

– A gente esperava um jogo dificil. Oswaldo mostrou o primeiro jogo do Audax e deixou claro que eles tocavam bem a bola, não tinham medo de sair jogando e, às vezes, arriscavam até demais atrás. Analisando o jogo, o empate para a gente não foi ruim pelo que foi a partida. Tivemos situações de gol, mas o Audax também. A gente pecou em não pressionar o adversário – declarou o jogador, ao final da partida.

O Santos encontrou muitas dificuldades diante do Grêmio Osasco Audax. O Peixe contou com as boas defesas do goleiro Aranha para que não sofresse a derrota. Mas, no final, em cobrança de escanteio do próprio Thiago Ribeiro, o beque Jubal foi às redes.

De acordo com o atacante, o Alvinegro não conseguiu executar os pedidos do técnico Oswaldo de Oliveira e pede uma evolução coletiva para as próximas rodadas. 

– A gente vai ter que melhorar essa pressão (na marcação, no campo de ataque). Não foi falta de aviso. O Oswaldo pediu e a gente não conseguiu colocar em prática – completou.

O Santos volta a campo já no próximo domingo, contra o Ituano, no estádio Dr. Novelli Júnior. A partida ocorrerá às 19h30 (horário de Brasília). No sábado, o Peixe disputa a final da Copinha, no Pacaembu.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...