Conteúdo por Gazeta Esportiva

Thiago Silva elogia desempenho do Brasil e reprova gramado da Arena

Atualizado

Com muito sofrimento, o Brasil garantiu classificação para a semifinal da Copa América ao vencer o Paraguai por 4 a 3 nas penalidades. No tempo normal houve empate sem gols. Mesmo diante de um adversário fechado, o zagueiro Thiago Silva gostou da atuação do selecionado canarinho na última quinta-feira.

“Tem o receio de você se abrir muito e expor o contra-ataque. Tem que ficar concentrado, como nós evitamos. O Paraguai teve duas saídas mais perigosas, mas hoje o futebol prevaleceu. Uma equipe que só pensou em se defender não poderia sair com a classificação, senão seria para nós muito injusto. Ficamos felizes com a nossa atuação, mas, pelo amor de Deus, deixa fazer gol no tempo normal, e não nos pênaltis”, analisou.

O gramado da Arena tem sofrido muitas contestações das seleções que vieram jogar no Rio Grande do Sul durante a Copa América. Nessa mesma linha, o defensor não se esquivou de criticar o estado do piso.

“O homem (Tite) pediu para a gente não falar muito, mas atrapalhou muito. Se você olhar o jogo que fizemos hoje e contra o Peru, dá para ver a grande diferença. A Arena Itaquera estava em condições perfeitas e fizemos 5 a 0. Hoje, o gramado atrapalhou neste sentido. O adversário já não queria jogar, o jogo chegando no fim e o campo estava todo pintado. A camisa do Filipe estava toda verde, parecia o Hulk. A gente brinca agora, mas é coisa séria, Copa América, grande competição e no nosso país. Estamos dando facilidade para os adversários que não querem jogo. A gente tem iniciativa e sofre”, constatou.

Agora o Brasil espera o vencedor do confronto entre Venezuela e Argentina que se enfrentam na sexta-feira, às 16h(de Brasília), no Maracanã. O jogo semifinal está marcado para o dia 02 de julho, terça, às 21h30 (de Brasília), no Mineirão.

Copa América