Conteúdo por Gazeta Esportiva

Thiago Silva projeta duelo contra a Argentina e pede cuidado

Defensor de 34 anos antecipou duelo decisivo da Copa América (Foto: Pedro Martins/MoWa Press)

Nesta terça-feira, Brasil e Argentina se enfrentam às 21h30 (horário de Brasília), no Mineirão, pelas semifinais da Copa América. Antes do confronto, o zagueiro da Seleção e do Paris Saint-Germain, Thiago Silva, concedeu entrevista coletiva e, apesar de reconhecer o período de oscilação dos rivais, pregou atenção diante dos comandados de Lionel Scaloni.

Neste sábado, a equipe de Tite realizou seu primeiro treinamento em Belo Horizonte, palco da decisão. Os brasileiros realizaram atividades na Cidade do Galo, CT do Atlético-MG, onde Thiago Silva falou com a imprensa.

“Do outro lado tem a Argentina, como eu falei, não está passando por um grande momento, mas é sempre a Argentina. Vamos agredir, ser sólidos principalmente quando formos atacados, porque qualquer descuido para essa equipe… principalmente com a bola no Messi, temos que estar atentos, ele é diferenciado e conhecemos bem. Espero que possamos estar em uma grande noite e conseguir o resultado no tempo normal, embora o respeito seja enorme. Vamos entrar pra fazer nosso jogo e agredir da maneira que acharmos correta. Espero que a gente possa tomar atitudes no jogo e sermos premiados com a boa atuação. Contra o Paraguai jogamos bem, mas não marcamos. Equipe está preparada mentalmente”, revelou.

Thiago Silva também destacou que a partida deverá ser decidida nos detalhes e enfatizou o bom momento, ao seu ver, da Seleção Brasileira.

“Um clássico do futebol mundial é decidido no detalhe. Estamos trabalhando da melhor maneira possível para que não possamos ser surpreendidos. Estamos jogando com consistência, ofensivamente temos feito bons jogos, embora em dois o gol não tenha saído, estamos criando bem. Espero que contra a Argentina possamos continuar criando as oportunidades e acertar na casinha, como o homem (Tite) sempre pede pra gente”, contou, antes de completar.

“Quando você joga bem, a probabilidade de ganhar é grande. Nos últimos jogos, temos feito grandes atuações, criamos e finalizamos bastante, mas erramos muito também. O que (os torcedores) podem esperar é muita dedicação e força de vontade. Vamos procurar jogar nosso futebol alegre. Nossos jogadores ofensivos têm qualidade suficiente pra fazer excelente partida, assim como do outro lado também”, finalizou.

Copa América