Conteúdo por Gazeta Esportiva

Tiago Nunes: “Vamos para o Maracanã ganhar o jogo dos caras”

Treinador escalou Nikão em nova função, no meio-campo (Miguel Locatelli/CAP)

Em um jogo cercado por polêmica, o Athletico Paranaense ficou no empate em 1 a 1 diante do Flamengo na primeira partida das quartas de final da Copa do Brasil, na Arena da Baixada, deixando a definição de quem será o semifinalista para a volta, no Rio de Janeiro. O técnico Tiago Nunes não poupou elogios a seu grupo de atletas, que comandaram a partida, mas não conseguiram transformar o domínio em vitória.

“A equipe teve um papel bonito em campo, jogou o jogo que o Athletico joga, que é muito ofensivo, que usa da velocidade, do volume. Fizemos um jogo de excelência”, disse o treinador, destacando a supremacia athleticana em campo. “Superamos o Flamengo em quase todos os aspectos. Só tenho que parabenizar nossos atletas. E agora é focar para aquilo que vamos encontrar no Maracanã”, emendou.

O comandante rubro-negro minimizou as polêmicas com a arbitragem e preferiu focar na resposta do seu time a problemas bem atuais, como a demora do VAR. “A arbitragem toma um protagonismo maior quando tem um lance de VAR. Alguns lances precisamos estar mais atentos. A revisão do lance do pênalti demorou cerca de sete minutos. Você fica parado em campo, o nível de concentração baixa e tomamos um gol em cobrança de lateral. Um lance fora do contexto”, avaliou.

Com a definição da vaga totalmente em aberto, Tiago garante que o jogo deixou boas perspectivas para a volta, e o Furacão vai ao Rio de Janeiro novamente tentar impor seu ritmo e vencer ao adversário. “A gente queria ganhar, merecíamos vencer. O que fica é o 1 a 1, mas que gera uma expectativa muito positiva. E vamos para o Maracanã para ganhar o jogo dos caras”, concluiu.

Futebol