Conteúdo por Gazeta Esportiva

Toni Kross: “Não sei se aconselharia um jogador de futebol a se declarar homossexual”

O meia-campista Toni Kross falou sobre sua carreira e também o futebol no geral em entrevista concedida para a revista alemã QG. O atleta manifestou seu desejo de se aposentar por seu atual clube, o Real Madrid, e também foi abordado sobre a possibilidade de um jogador em atividade a se declarar homossexual.

“Meu senso comum diz que todo mundo deveria viver em plena liberdade, sem a menor dúvida. Mas não sei se aconselharia um jogador em atividade a se declarar homossexual. Durante o jogo, é costume utilizar certas palavras… Não poderia assegurar que o jogador não acabaria sendo insultado e menosprezado”, disse o atleta.

“Não deveria ser o caso e tenho certeza que o jogador, caso decida dar esse passo, contaria com o apoio de muita gente. Cada um tem que decidir por si mesmo se considera uma vantagem ou desvantagem. Mas acredito que, ainda nos dias de hoje, seriam maiores as desvantagens”, explicou.

Sobre sua carreira, Toni Kross afirmou quase nunca ficar nervoso durante uma partida e confirmou o desejo de se aposentar no Real Madrid. “No mundo do futebol, três anos é muito tempo e minha intenção é cumprir o contrato… Meu desejo é finalizar minha carreira aqui no Real.”

O alemão ainda disse não se ver como treinador no futuro: “Me imagino trabalhando com futebol, mas não como treinador. Pois teria que me submeter ao que mais me incomoda no futebol: as viagens e passar semanas longe de casa”, completou.

Futebol