Conteúdo por Gazeta Esportiva

Transferência de Marrony não impede novas saídas no Vasco

O Vasco deve confirmar nas próximas horas a saída do atacante Marrony para o Atlético-MG. Na negociação, os cruzmaltinos vão receber cerca de R$ 15 milhões, que serão utilizados para pagar os salários do elenco cruzmaltino.

No entanto, o valor da negociação de Marrony não acaba com os problemas financeiros do clube. Segundo a meta orçamentária da gestão Alexandre Campello, o clube espera conseguir R$ 46 milhões com a venda de jogadores. Portanto, a venda do atacante não corresponde nem à metade deste valor.

Por isso, não está descartada a saída de outros jogadores do atual elenco cruzmaltino. O lateral direito Yago Pikachu, o zagueiro Ricardo Graça e os volantes Andrey e Raul já foram ventilados por outros clubes ou são vistos como potenciais gerados de renda.

Marrony deve ser contratado pelo Atlético-MG (Foto: Divulgação/Rafael Ribeiro)

A diretoria aceitou negociar Marrony para diminuir os débitos com os jogadores e impedir que algum peça a liberação na Justiça. Além disso, os dirigentes também conversam para renovar os contratos dos principais atletas do elenco.

O pensamento dos cruzmaltinos é manter seus principais jogadores, sendo o principal deles o jovem Talles Magno. O atacante de 17 anos é o maior alvo de clubes europeus e tem multa rescisória de R$ 200 milhões.

A intenção da diretoria é negociar Talles somente por uma proposta considerada irrecusável. Até o momento, o presidente Alexandre Campello confirmou que não aceitou proposta do Krasnodar-RUS, que seria de 10 milhões de euros. O pensamento é abrir negociação com uma proposta de, pelo menos, o dobro deste valor.

Dentro de campo, o elenco do Vasco continua com os treinos em São Januário, já visando um possível retorno do Campeonato Carioca nesta semana.

Futebol