Tricolores rejeitam preços do Consórcio Maracanã S.A. e Flu lucra dez vezes mais

Divulgação

Aos poucos, o contrato firmado com o Consórcio Maracanã S.A. vai se confirmando um grande negócio para o Fluminense. No jogo de quarta-feira, contra o Cruzeiro, no Maracanã, o Tricolor faturou R$ 256.476,92 contra R$ 21.601,53 da concessionária.Cabe ressaltar que o Flu teve R$ 21.797,59 da renda penhorada em razão de dívidas cíveis. Em contrapartida, não precisou arcar com o gastos operacionais, que oneraram ainda mais o Consórcio.

Os torcedores rejeitaram novamente a precificação da concessionária. Com ingressos que iam de R$ 180 a R$ 250 nos setores centrais, apenas 190 pessoas aceitaram pagar os altos valores. Os outros 13.692 pagantes foram para os setores norte e sul, de administração do Fluminense, que vendeu seus ingressos a R$ 40.

O Flu começa a desfrutar de uma realidade bem diferente do passado recente, quando ainda não podia contar com o Maracanã. Em todos os jogos do Campeonato Carioca dessa temporada o clube teve prejuízo, situação que não ocorrerá no Mário Filho de acordo com as cláusulas previstas no acerto feito entre gestão Peter Siemsen e Consórcio Maracanã. S.A..

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...