Conteúdo por Gazeta Esportiva

Uendel pede que Inter adote a mesma estratégia usada na Libertadores contra o Cruzeiro

(Ricardo Duarte/ Site do Inter)

O Cruzeiro não vive um bom momento na temporada tanto que está na zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Na semana passada, a Raposa foi eliminada nas oitavas de final da Libertadores para o River Plate. Segundo o lateral-esquerdo Uendel, o Internacional precisa ter cuidado porque os mineiros tem muita experiência no mata-mata.

“A equipe do Cruzeiro é muito experiente porque está acostumada a jogar esse tipo de jogo. Quando o árbitro apitar a partida de amanhã essa questão do Campeonato Brasileiro irá sumir rapidamente porque é semifinal de Copa do Brasil. Vão jogar em casa e irão pressionar. Somos uma equipe experiente e temos que tirar proveito dessa situação”, analisou.

Por outro lado, o lateral afirmou que o Colorado precisa manter o padrão de jogo que utilizou diante do Nacional, do Uruguai, no Parque Central, pela Libertadores.

“A vitória sobre o Nacional foi importante por ter nos dado a vantagem e uma tranquilidade maior para o segundo jogo. Claro que, por se tratar de uma Copa do Brasil, o jogo contra o Palmeiras se assemelha mais. Vencendo na quarta, levamos uma boa vantagem no Beira-Rio. Mas é difícil prever algo porque são duas grandes equipes. Temos que manter a tranquilidade, o padrão de jogo e apostar no fator casa”, comentou.

Haverá um último treinamento hoje à tarde no CT do Atlético-MG que encerra a preparação para pegar a Raposa. O volante Rodrigo Lindoso que ainda se recupera de lesão segue como dúvida para o confronto de amanhã. Caso não possa atuar o mais cotado é Rithley. A outra indefinição fica por conta do substituto de D´Alessandro que foi expulso no triunfo sobre o Palmeiras. Nonato e Sarrafiore concorrem por uma vaga no time titular.

Futebol