Conteúdo por Gazeta Esportiva

Um turno após “mini míssil”, Marinho encarna “espírito de Sampaoli” e se firma no Santos

Marinho deve ser titular do Santos contra o Botafogo (Ivan Storti/SFC)

No dia 21 de julho, Marinho fez seu primeiro gol pelo Santos, na vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo, no Rio de Janeiro. O atacante classificou o lindo chute de fora da área como “mini míssil aleatório”.

Um turno depois, o atacante será titular do Peixe diante do clube carioca neste domingo, às 19h (de Brasília), na Vila Belmiro, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Marinho oscilou, alternou bons e maus momentos, e hoje está em alta com Jorge Sampaoli. E o principal motivo é encarnar o espírito do técnico.

Sampaoli ficou satisfeito com as duas últimas aparições de Marinho, principalmente. O atacante mudou o jogo contra o Corinthians e esteve perto de tirar o zero do placar. A boa atuação no segundo tempo fez com que ele fosse titular na vitória por 1 a 0 sobre o Bahia. Ele sofreu o pênalti convertido por Carlos Sánchez e foi um dos destaques.

Jorge Sampaoli vê alguns defeitos a serem corrigidos em Marinho, mas se enxerga no atleta pela dedicação, a felicidade no acerto e a raiva no erro. O atacante sente a partida como o treinador.

Marinho tem três gols em 20 jogos pelo Santos na temporada. Ele deve formar o ataque com Soteldo e Eduardo Sasha diante do Botafogo, sua primeira vítima no Peixe.

Mais conteúdo sobre

Futebol