Conteúdo por Gazeta Esportiva

Urso admite incômodo com entrevistas de Carille no Corinthians

Júnior Urso admitiu nessa quarta-feira que o clima dentro do Corinthians com Fábio Carille já não era mesmo dos melhores. Apesar de ponderado nas palavras, o jogador foi sincero e revelou à imprensa que as entrevistas do recém-demitido treinador não vinham caindo bem dentro do grupo de atletas.

“A única coisa que eu acho que nem todo mundo concordou acho que foi as entrevistas, mas, como eu já disse uma vez, cada ser humano tem um limite e o Carille já fez muita coisa aqui dentro do Corinthians. Difícil para mim falar, porque eu cheguei esse ano, não tem como ficar falando muito também, muita gente interpreta ‘ah, o Urso fala demais’ ou algo do tipo. Não quero assumir esse peso, Corinthians representa muita coisa, não quero assumir esse peso de ‘falador’”, afirmou.

“Mas, Carille fez muita coisa aqui dentro, é difícil escutar algumas coisas, o Carille acabou extravasando ali, a gente entende perfeitamente o lado dele. A gente entende, mas nem por isso todo mundo vai concordar com as coisas que foram ditas, mas respeitamos, eu respeito, sou muito grato a ele, ele que me pôs aqui, mas são águas passadas, agora é com o Coelho, que começou muito bem”, completou.

Em outro momento na zona mista da Arena de Itaquera depois da vitória do Timão sobre o Fortaleza por 3 a 2, Urso fez questão de agradecer a Carille pelo momento que tivemos juntos.

“Quero agradecer o Carille, do fundo do meu coração, porque ele é um dos principais motivos de eu estar aqui no Corinthians hoje, agradeço a oportunidade que ele me deu. Agora é dar continuidade”, concluiu.

Futebol