Conteúdo por Gazeta Esportiva

Urso elogia estilo de jogo do Santos, mas avisa: “Não combina com o Corinthians”

O futebol brasileiro vive dias de confronto entre jogo ofensivo e pragmatismo exacerbados pela presença de Jorge Sampaoli e Fernando Diniz em grandes times, contrastando com estilos consagrados como o de Mano Menezes, Luiz Felipe Scolari e Fábio Carille. Em meio a essa disputa que povoa discussões futebolísticas no país, o volante Júnior Urso, comandado por Carille e rival de Sampaoli na noite desta quarta, na Vila Belmiro, acredita que o Corinthians está bem do jeito que está.

“(O estilo de jogo) é interessante, cara. (…) É interessante. Não sei se, para a gente, esse estilo combina. Acho que não”, começou o jogador, em entrevista concedida à Gazeta Esportiva na última terça-feira, publicada em partes nos próximos dias. Para o atleta, respeitoso às escolhas dos adversários, o modelo mais posicionado implantado pelo Timão mostrou-se mais efetivo ao clube do Parque São Jorge.

“O Corinthians é um time que respeita posicionamento, tem uma base ali que o Carille sabe colocar dentro de campo. Acredito que esse futebol que o Carille tem apresentado é o ideal para o Corinthians, é o que o Corinthians faz há vários anos aí e conseguiu ser campeão de várias competições”, continuou Urso, reconhecendo ser um pouco difícil de marcar a “bagunça organizada” dos adversários mais ofensivos.

“É difícil de a gente estar marcando ou entendendo como se defender contra uma equipe dessa. Fluminense, por exemplo, é uma equipe que roda bastante o time, de repente volante vira zagueiro, zagueiro vira volante, atacante vira meia. Parece loucura, mas eu sei que é algo treinado”, avaliou.

Confiante de que o Timão fará nesta quarta um jogo mais de igual para igual com o Peixe, diferentemente do que ocorreu na semifinal do Campeonato Paulista, Urso assegurou que não tem qualquer problema guardado com relação ao rival. “É só uma impressão (sua)”, assegurou à reportagem, antes de completar.

“Assim como hoje em dia estavam falando do Fluminense, também falaram bastante do Santos. Tudo isso é interessante para o público, mas, para uma equipe conseguir o resultado, precisa passar de fase. O Santos jogava um futebol até mais bonito que o Palmeiras, mas acabou perdendo (4 a 0, pelo Brasileiro). O Fluminense também não conseguiu ganhar do Flamengo”, concluiu.

Futebol