Valentim faz mistério e Avaí pode ter mudanças para partida contra Botafogo

Buscando superar o jejum de quase quatro meses sem vitória – o último triunfo do Avaí foi no dia 7 de abril, quando venceu a Chapecoense por 2 a 1 -, o técnico Alberto Valentim teve uma semana cheia para preparar a equipe que enfrenta o Botafogo neste domingo (4), às 16h, na Ressacada.

Lateral-esquerdo Paulinho deve iniciar como titular contra o Botafogo, no domingo – Frederico Tadeu/Divulgação

Mesmo com o mistério na escalação, foi possível perceber alguns testes na equipe durante os treinos. O lateral-esquerdo Paulinho treinou na vaga de Igor Fernandes, que vinha fazendo um trabalho físico específico durante a semana.

“Precisamos ver a recuperação dele, se realmente está bem. Não tenho problema caso ele não jogue, o Paulinho treinou muito bem, é um jogador que conhece bem a posição, tem características diferentes e vai nos dar uma condição boa caso não recupere o Igor”, disse Valentim.

Como frisado pelo zagueiro Betão no meio da semana, a equipe apresentou evolução na partida contra o Santos. E Valentim acredita que a equipe tem potencial para fazer mais uma boa partida contra o Botafogo e evite os mesmos erros.

“Gostei muito da equipe, mas cometemos erros que nos fizeram perder o jogo (contra o Santos). Eu falei para os jogadores, mostrando vídeos da partida, que foram gols que poderíamos ter evitado, que é importante eles saberem”, avaliou Valentim.

Leia também: 

Não será surpresa se Valentim manter Lucas Frigeri na equipe. O goleiro, que jogou contra o Santos porque Vladimir, o dono da camisa 1, não pôde enfrentar seu ex-clube, treinou no time titular durante a semana. Mais uma vez, o treinador não confirmou nada.

“Repito, não vou falar nada sobre a escalação. Mas o treino não quer dizer muita coisa, eu misturo e no gol é mais fácil de fazer isso. Eu tenho certeza que essa será a minha maior dor de cabeça, porque eu só posso colocar um. Não tem como improvisar um goleiro em outra posição”, completou o treinador.

O Avaí está há oito jogos sem vencer na Ressacada, o maior jejum sem vitórias desde a inauguração do estádio, em 1983. Para não aumentar essa a marca, o clube vai precisar da presença dos torcedores na partida contra o Botafogo.

Por isso, a diretoria prorrogou a promoção “Sócio leva mais um”. Todos os sócios adimplentes podem levar um convidado para o jogo. Basta apresentá-lo na catraca no momento do acesso.

Além disso, torcedores com a camisa do Avaí podem comprar ingressos para o setor B por R$ 30, respeitando a capacidade do setor.

Avaí e Botafogo se enfrentaram 12 vezes na história. O Leão da Ilha ganhou apenas dois jogos, empatou seis e perdeu quatro. Os catarinenses marcaram 15 gols e sofreram 19.

Confira os 12 confrontos entre as equipes:

16/04/1974 – Botafogo 5 x 1 Avaí – Maracanã, no Rio de Janeiro
04/05/2003 – Botafogo 1 x 1 Avaí – Caio Martins, em Niterói
11/07/2009 – Avaí 1 x 2 Botafogo – Ressacada, em Florianópolis
12/10/2009 – Botafogo 2 x 2 Avaí – Engenhão, no Rio de Janeiro
21/08/2010 – Botafogo 1 x 0 Avaí – Engenhão, no Rio de Janeiro
07/11/2010 – Avaí 0 x 0 Botafogo – Ressacada, em Florianópolis
13/04/2011 – Botafogo 2 x 2 Avaí – Engenhão, no Rio de Janeiro
20/04/2011 – Avaí 1 x 1 Botafogo – Ressacada, em Florianópolis
27/07/2011 – Botafogo 2 x 1 Avaí – Engenhão, no Rio de Janeiro
22/10/2011 – Avaí 3 x 2 Botafogo – Ressacada, em Florianópolis
26/06/2017 – Botafogo 0x2 Avaí – Nilton Santos, no Rio de Janeiro
18/10/2017 – Avaí 1 x 1 Botafogo – Ressacada, em Florianópolis

Prováveis escalações:

Avaí: Lucas Frigeri (Vladimir); Léo, Betão, Marquinhos Silva e Paulinho (Igor); Pedro Castro, Franco e João Paulo; Gustavo Ferrareis, Bruno Sávio e Lourenço. Técnico: Alberto Valentim

Botafogo: Gatito Fernández; Gabriel, Joel Carli, Marcinho e Jonathan (Gilson); Alex Santana, Luiz Fernando, Cícero e João Paulo; Diego Souza e Rodrigo Pimpão. Técnico: Eduardo Barroca

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis. Data: 4/8/2019. Horário: 16h. Arbitragem: Vinicius Furlan (SP), auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Danilo Paulo Ziolli (SP). Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG) será o responsável pelo VAR.

Mais conteúdo sobre

Futebol