Conteúdo por Gazeta Esportiva

Vasco passa pelo Atlético-GO em amistoso na intertemporada

Em preparação para a sequência da temporada, o Vasco venceu por 1 a 0 o Atlético-GO, nesta quinta-feira, em amistoso realizado em São Januário. O gol da vitória cruzmaltina aconteceu ainda no primeiro tempo, com Marrony.

Agora, os vascaínos viajam para Foz do Iguaçu, onde vai finalizar a preparação. Na cidade paranaense, o Vasco ainda vai fazer mais um amistoso, no sábado, contra o Foz do Iguaçu.

O jogo – O Vasco tentou esboçar uma pressão no início, mas viu o Atlético-GO ter a primeira boa chance logo aos três minutos. Após avanço rápido, a bola chegou em André Castro. O atacante tinha um companheiro ao lado, mas preferiu a finalização e viu a zaga salvar os cariocas.

Mesmo depois do susto, os vascaínos seguiram tendo mais posse de bola. O Vasco só chegou com perigo aos 11 minutos, duas vezes com Marcos Júnior. Na primeira, o volante recebeu passe na área e chutou colocado para grande defesa de Kozlinski. Depois, o cruzmaltino aproveitou cruzamento e cabeceou para mais uma boa defesa do goleiro goiano.

Só que o confronto diminuiu de ritmo e ficou concentrado entre as intermediárias. O Vasco continuava com mais posse de bola, mas sem objetividade. Já o Atlético-GO tentava encaixar os contra-ataque, sem sucesso.

Amistoso aconteceu em São Januário e o Vasco levou a melhor (Foto: Reprodução/Twitter)

O Vasco só voltou a criar bom lance aos 34 minutos e colocou a bola na rede. Yago Pikachu cruzou na medida para Marrony cabecear cruzado, sem chance para Kozlinski.

Os donos da casa permaneceram com a mesma postura depois do gol, mas só voltaram a assustar aos 43 minutos. Em lance parecido com o do gol, Yago Pikachu cruzou, desta vez para Marquinho. Só que o meia mandou pela linha de fundo. Assim, os vascaínos mantiveram a vantagem para o intervalo.

No segundo tempo, o Atlético-GO buscou o ataque desde os primeiros minutos. na melhor chance dos goianos, aos dez minutos, André Castro arriscou de fora da área, mas viu Fernando Miguel fazer a defesa. O Vasco apenas se defendia e tentava, sem sucesso, os contra-ataques.

A postura da equipe cariocas fez o técnico Vanderlei Luxemburgo começar a fazer substituições. Com as caras novas, o Vasco melhorou e quase ampliou aos 15 minutos. Valdívia roubou a bola e tocou para Rossi na área. O atacante passou pelo goleiro e chutou para a rede. Só que Oliveira apareceu para salvar os visitantes.

Depois disso, teve um lance curioso. O zagueiro Oliveira recebeu cartão vermelho por reclamação, mas os treinadores, em comum acordo, pediram ao árbitro para que a expulsão fosse convertida em uma substituição.

Diferente da etapa inicial, o jogo seguia movimentado, com as duas equipes mais voltadas ao ataque. Tanto Vasco quanto Atlético-GO desperdiçaram boas chances. Primeiro, Tiago Reis recebeu passe na área, mas chutou em cima do goleiro Gustavo. Os visitantes responderam em seguida, em chute de Matheus.

Com o passar do tempo, o jogo caiu de rendimento. As diversas mudanças nas duas equipes fizeram com que ambas errassem muitos passes. Somente aos 36 minutos, o Atlético-GO teve boa chance aos 36 minutos. Matheus cobrou falta com categoria e quase mandou no ângulo.

Nos minutos finais, o Vasco equilibrou o jogo e apenas administrou o resultado para sair de campo com a vitória no amistoso.

FICHA TÉCNICA

VASCO-RJ 1 X 0 ATLÉTICO-GO

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 4 de julho de 2019 (Quinta-feira)

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Phillip Bennett (RJ)

Assistentes: Andréa Mattos (RJ) e Beatriz Dantas (RJ)

Cartões amarelos: Marcos Júnior, Lucas Mineiro e Rossi (Vasco); Moacir (Atlético-GO)

GOL

VASCO: Marrony, aos 34min do primeiro tempo

VASCO: Fernando Miguel (Sidão), Yago Pikachu (Cáceres), Oswaldo Henríquez (Werley), Ricardo (Fellipe Bastos) e Danilo Barcelos (Henrique); Richard (Lucas Mineiro), Raul (Andrey), Marcos Júnior (Valdívia) e Marquinho (Bruno César); Marrony (Tiago Reis) e Rossi (Yan Sasse)

Técnico: Vanderlei Luxemburgo

ATLÉTICO-GO: Kozlinski (Gustavo), Jonathan, Oliveira (Lucas Rocha), Gilvan e Nicolas; André Castro (Pedro Bambu), Moacir e Matheus; André Luís (Jarro Pedroso), Mike e Pedro Raul

Técnico: Wagner Lopes

Mais conteúdo sobre

Futebol