Conteúdo por Gazeta Esportiva

Vasco tenta reduzir elenco para melhorar situação financeira

Ainda no mercado em busca de um atacante para repor a saída do argentino Maxi López, a diretoria do Vasco também briga em outra frente: reduzir o elenco para conseguir melhorar a situação financeira, diminuindo o valor da folha salarial e sendo mais eficiente na tentativa de contratar o tão sonhado reforço para o setor ofensivo. O técnico Vanderlei Luxemburgo entregou aos dirigentes os nomes dos atletas que não fazem parte dos planos da comissão técnica.

Os nomes dos jogadores estão sendo mantidos em sigilo, para que eles não sejam valorizados. Alguns estão inclusive treinando em separado, como os atacantes Ribamar, Vinicius Araújo e Jairinho. Eles podem ser reintegrados até encontrarem um novo clube, mas dificilmente serão aproveitados.

Outro jogador que pode ser negociado é o atacante Yan Sasse. Ele foi liberado pelo departamento de futebol e está encaminhando a transferência para o Caykur Rizespor, da Turquia. A ideia do Vasco é economizar com o salário do jogador.

O time de Luxemburgo ocupa a 15ª colocação, com 17 pontos (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Quem vive uma situação de indefinição é o lateral-direito Cláudio Winck. O jogador, de 25 anos, deseja permanecer em São Januário, porém, Vanderlei Luxemburgo ainda não está totalmente convencido de que ele pode ser útil.

Recuperado de uma crise de apendicite, que exigiu inclusive uma cirurgia, o atacante Rossi pode ser a grande novidade no time. O volante Marcos Júnior e o atacante Marrony, que cumpriram suspensão contra o Flamengo, voltam a ficar à disposição. Nesta sexta-feira, o time treina na parte da tarde.

O Cruzmaltino segue trabalhando de olho no próximo compromisso deste domingo, às 16h (de Brasília), diante do São Paulo, em São Januário, no Rio de Janeiro, pela 16ª rodada do Brasileirão.

Futebol