Vasco vence o América-RN, ameniza crise, e abre vantagem na Copa BR

Divulgação

O gol sofrido em casa, numa competição como a Copa do Brasil, nunca é bom. Mas o importante para o Vasco, ontem, em São Januário, foram a vitória, por 3 a 1, sobre o América-RN, e a confiança de volta. Ainda mais com novidades na escalação e na formação.

O 4-2-3-1, novo esquema tático de Celso Roth, pareceu ter funcionado no início da partida. O Vasco atacou bem mais que de costume. Quem não pôde fazer parte deste maior ímpeto foi Henrique. O lateral-esquerdo se contundiu e deu lugar a Christianno, aos seis minutos. Apesar da jogada perigosa do atacante Adriano, que não foi bem concluída pelo América, o time da casa dominava as ações.

Dagoberto deu trabalho. Aos 20 minutos, chutou forte, e a bola passou perto do gol de Bussato. Aos 28, o camisa 10 finalizou novamente com perigo. Mas novamente para fora.

A tônica da primeira etapa foi o maior volume vascaíno e o América apostando nos contra-ataques. Mas o gol saiu somente aos 47 minutos. Anderson Salles cobrou escanteio, Riascos desviou na primeira trave e Herrera completou, marcando pela primeira vez pelo Cruz-Maltino.

Os times foram para o intervalo, voltaram e a alegria da torcida mandante não durou muito. Aos sete minutos, Aislan chutou em falso ao tentar afastar a bola, após defesa de Jordi. Erro fatal não perdoado por Reis, que entrara no intervalo e fez 1 a 1.

Mas o Vasco continuou no ataque. Jhon Cley, que havia entrado no segundo tempo, fez boa jogada pela direita e sofreu pênalti, convertido por Anderson Salles, aos 17 minutos. O Gigante da Colina voltava a liderar o placar e, antes de o time ser novamente ameaçado, Emanuel Biancucchi tratou de balançar as redes. Aos 33, ele acertou, da entrada da área, um chute indefensável.

Mas as emoções parecem não ter fim em São Januário. A equipe precisou segurar o resultado com um jogador a menos. Dagoberto foi expulso aos 35 e não joga a partida de volta, na próxima quarta-feira.

FICHA TÉCNICA

VASCO 3X1 AMÉRICA-RN

Data/Hora: 15/7/2015, às 21h (de Brasília)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Público e renda: 2.689 pagantes / R$ 63.480,00
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Auxiliares: Herman Brumel Vani (RJ) e Alex Ang Ribeiro (SP)
Cartões amarelos: Dagoberto e Christianno (Vasco); Flavio Boaventura (América-RN)
Cartões vermelhos: Dagoberto (Vasco)

GOLS: Herrera, 47’/1T (1-0); Reis, 7’/2T (1-1); Anderson Salles, 17’/2T (2-1); Emanuel Biancucchi, 33’/2T (3-1)

VASCO: Jordi; Madson, Aislan, Rodrigo e Henrique (Christianno, 6’/1T); Anderson Salles, Guiñazú e Emanuel Biancucchi; Riascos (Jhon Cley, 10’/2T), Herrera (Thalles, 26’/2T) e Dagoberto – Técnico: Celso Roth

AMÉRICA-RN: Busatto; Lucas Newton, Flavio Boaventura, Cleber e Rafael Estevam (Gláucio, 30’/2T); Judson, Zé Antonio Paulista e Álvaro; Marcelo Maciel (Reis, intervalo), Cascata e Adriano Pardal (Bruno Farias, 41’/2T) – Técnico: Roberto Fernandes

Mais conteúdo sobre

Esporte