Veja quais jogadores têm as camisas mais vendidas no Brasil

Peruano Paolo Guerrero lidera listas de Flamengo e Corinthians. Ronaldinho Gaúcho, Valdivia, Ganso, Robrinho e muito mais no ranking da Netshoes

Entre janeiro e setembro deste ano, ninguém vendeu mais camisas que o Flamengo, segundo dados da Netshoes. O Mengo supera São Paulo e Corinthians como o manto mais vendido no comércio eletrônico. Até aí, nenhuma grande surpresa, já que o clube tem uma das maiores torcidas do país, se não for a maior.

A surpresa da lista é a presença do peruano Paolo Guerrero no topo do ranking, mesmo tendo chegado ao clube apenas em junho. O atacante, chamado de Depredador no Peru, supera os companheiros de ataque Emerson Sheik e Paulinho, segundo e terceiro, respectivamente.

Segundo time que mais vende camisas, o São Paulo também tem algumas novidades. O jogador que tem mais camisas personalizadas é o meia Ganso, tão contestado pelos torcedores. O ídolo Rogério Ceni, chamado de Mito, é apenas o terceiro. Outro ídolo, mas também contestado, Luis Fabiano é o segundo.

O Corinthians completa o pódio, embora a camisa personalizada mais vendida seja a de um jogador que já saiu do clube. A número nove, com o nome de Guerrero, que deixou o time antes do meio do ano, é a camisa mais vendida. Até setembro, Renato Augusto e Elias perseguiam o peruano.

Os estrangeiros continuam ‘bombando’ entre os torcedores. Isso porque a camisa mais negociada do Cruzeiro, quarto da lista, é do uruguaio De Arrascaeta. Willian e Damião vêm logo em seguida.

Apesar de estar na Série B, o Botafogo tem a quinta camisa mais vendida. Aqui, a surpresa é de assustadora. Jóbson, suspenso pela Fifa, e Bill, que também deixou o clube lideram as vendas.

Em sexto aparece o Atlético-MG com o hermano Lucas Pratto na liderança de vendas, seguido por… Ronaldinho Gaúcho. Isso mesmo. A segunda camisa mais vendida do Galo até setembro é com o nome do craque que deixou o clube em 2014. Marcos Rocha é o terceiro.

No Palmeiras, o paraguaio Lucas Barrios lidera o ranking, seguido pelo garoto Gabriel Jesus. A terceira camisa mais negociada do Verdão é polêmica. O craque Valdivia, um dos ícones recentes do clube, ainda segue em alta, com o terceiro posto.

O oitavo clube do top-10 é o Santos, mas Lucas Lima e Ricardo Oliveira ainda não superam o ídolo Robinho nas vendas. O Rei do Drible deixou a equipe em junho, mas lidera a lista.

Dois cariocas completam os 10x Mais. O Fluminense tem Ronaldinho na liderança, apesar do pouco tempo de clube, seguido por Fred e Kenedy, que também não joga mais pelo Tricolor. No Vasco, mais surpresa. A camisa 12, com o nome do jogador de futsal Falcão, é a mais vendida. A segunda? De Dagoberto, outro que não joga mais pelo clube.   

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...