Conteúdo por Gazeta Esportiva

Volante gremista salienta importância de clássico com rival Internacional

O Gre-Nal é o maior clássico do Brasil. Isso é o que pensa Matheus Henrique, meio-campista do Grêmio, que concedeu entrevista coletiva neste sábado, no CT Luiz Carvalho.

“A gente sabe que é uma rivalidade, que existem grandes clássicos no futebol brasileiro. E o Gre-Nal, para mim, é maior. Gre-Nal marca, tanto do lado positivo quanto para o negativo. Tem jogadores marcados na história por nunca perder um Gre-Nal. Que a gente possa entrar com essa mentalidade”, defendeu.

(Foto: Lucas Uebel/ Grêmio)

Apesar de acreditar que o duelo “marca”, o jogador 21 anos disse que a partida tem o mesmo peso das outras. Na quinta posição, com 47 pontos, o Tricolor gaúcho está uma colocação e um ponto à frente do próprio Internacional, se tratando então de um confronto direto por uma vaga na Libertadores do ano que vem.

“É um jogo que vale três pontos como qualquer outro, mas a gente sabe da rivalidade que tem. Sabemos da necessidade na tabela, a vitória é muito importante. Inclusive os resultados paralelos. Mas se não fizermos nossa parte, de nada vai adiantar ficar pensando nos jogos dos outros. Se vencermos, será uma grande vantagem”, comentou.

Após a entrevista do jovem, Renato Gaúcho comandou o último treinamento antes do duelo e definiu o time titular. Kannemann e Matheus Henrique, fora do último jogo contra o Vasco por suspensão, estão de volta. Assim como Maicon, preservado por dores no joelho.

Para enfrentar o Internacional neste domingo, às 16h, na Arena, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Grêmio está escalado com: Paulo Victor; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez; Matheus Henrique, Maicon, Alisson, Tardelli e Everton; Luciano.

Futebol