Conteúdo por Gazeta Esportiva

Volta de Carli é vista como fundamental para o Botafogo contra o Furacão

A vitória de 2 a 0 sobre o Avaí, em Santa Catarina, já faz parte do passado no Botafogo. O foco agora é o duelo contra o Athletico-PR previsto para este domingo, às 16h (horário de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. A principal preocupação do técnico Eduardo Barroca é o setor defensivo, mais precisamente a zaga, que pode ser composta somente por reservas.

Um desfalque no setor é certo. Gabriel recebeu o terceiro cartão amarelo contra os catarinenses e não terá condições de medir forças com o Furacão. O problema é que o outro titular, o argentino Joel Carli, não participou do jogo no Sul por conta de dores na coxa direita. O atleta realizou alguns exames médicos e nenhuma lesão foi constatada. Ele vem treinando com o grupo, porém, com algumas precauções e o departamento médico ainda não crava a sua liberação.

(Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Marcelo Benevenuto, que fez um dos gols contra o Avaí, tem presença assegurada e Eduardo Barroca deseja que ele faça dupla com Joel Carli. Porém, se o argentino for vetado o treinador terá que pensar em um substituto. Kanu, revelado nas categorias de base do clube, é o mais cotado e pode reeditar com Benevenuto a dupla que foi campeã brasileira sub-20 em 2016.

Outra opção é improvisar o volante Cícero no setor. Isso aconteceu na derrota de 2 a 0 para o Atlético-MG na semana passada, em Minas Gerais, que custou a eliminação na Copa Sul-Americana. Na ocasião, Joel Carli não pôde atuar por estar suspenso, Gabriel foi impedido por clausula contratual já que tinha os direitos federativos ligados ao Galo e Kanu não estava inscrito no torneio continental.

Nesta quinta-feira Eduardo Barroca comanda um treino na parte da tarde e vai utilizar a atividade para começar a montar o time que vai medir forças com o Athletico-PR. O Gloiroso soma 19 pontos na competição nacional e deseja ingressar no G-6, a zona de classificação para a Copa Libertadores.

Fora de campo a diretoria segue procurando reforços para o restante da temporada e a prioridade é a chegada de um meia e de um atacante, atendendo assim a um pedido de Eduardo Barroca. Algumas transações estão em andamento, mas sem previsão de um desfecho.

Futebol