Witsel celebra maior jogo da história da Bélgica: ‘Está uma loucura total’

 Brasil x Belgica - AFP
Brasil x Belgica – AFP

Pouco depois de vencer o Brasil por 2 a 1 e chegar a uma semifinal de Copa do Mundo pela primeira vez desde 1986, Axel Witsel classificou a partida como a maior vitória da história do futebol da Bélgica. E o meio-campista destaca a festa que é feita pelo resultado desta sexta-feira.

– Para nós, foi a maior vitória do futebol belga. Fizemos história. O que fizemos agora é uma coisa incrível. Não realizamos nada ainda, estamos ainda pelo caminho. Mas a Bélgica está uma loucura total – disse o jogador, que atua pelo Tianjin Quanjian, da China, explicando como o time construiu o triunfo.

– Ganhamos o jogo taticamente. Nós nos defendemos bem. Se você quer jogar bonito contra o Brasil, é difícil, porque o Brasil tem um nível técnico muito alto e, na frente, jogadores muito rápidos. Você tem de fechar as linhas e ficar um pouco mais atrás. Tendo jogadores como Lukaku, Hazard e De Bruyne na frente, que são muito rápidos também, podemos fazer gols no Brasil. Foi o que aconteceu – indicou.

A Copa do Mundo, que já não tinha mais Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, eliminados nas oitavas de final com Argentina e Portugal, respectivamente, também fica sem Neymar. E Witsel acredita que o capitão da Bélgica pode ficar com o título de craque do Mundial.

– Agora, o Brasil saiu da Copa. Não sei, mas vai ser difícil para o Neymar ser eleito o melhor do mundo. Também temos grandes jogadores, como De Bruyne e Hazard. O Hazard também pode ser o melhor desta Copa – opinou, avisando que as críticas ouvidas pela seleção não incomodam.

– Para nós, os críticos não são importantes. Sabemos que não tem jogo fácil. Mesmo ganhando por 2 a 0, temos de ficar concentrados até o fim, sempre. Somos uma geração belga com grandes jogadores, de qualidade, e foi muito importante ganhar do Brasil e passar para a semifinal. É a primeira vez na nossa geração. Estamos muito felizes. Fizemos história – vibrou Witsel.

Esporte