Zagueiro ex-Bahia comemora estreia com título pelo CSKA Moscou

Rodrigo Becão estreou pelo CSKA Moscou na conquista da Supercopa da Rússia (Foto: CSKA Moscou/Divulgação)
Rodrigo Becão estreou pelo CSKA Moscou na conquista da Supercopa da Rússia (Foto: CSKA Moscou/Divulgação)

Na última sexta-feira, o CSKA Moscou venceu a equipe do Locomotiv Moscou por 1 a 0 e conquistou o troféu da Supercopa da Rússia pela sétima vez, torneio que dá início à temporada na Rússia e reúne o campeão da liga nacional e da Copa da Rússia da temporada passada. A partida foi ainda mais especial para o zagueiro Rodrigo Becão, de 22 anos, que além de ter conquistado o primeiro título pelo novo clube, fez sua estreia com a camisa do time russo.

– Primeiro, eu fico feliz pela estreia, por poder estrear jogando bem e ajudando meus companheiros. E segundo, que jogar uma final é sempre bom, todos querem levantar o troféu, o jogo se torna ainda mais disputado. Graças a Deus nossa esquipe saiu com o título. A sensação é única, tirar o grito de campeão da garganta é fantástico. Era um jogo no qual tínhamos a pressão de vencer. Nosso grupo ganhou confiança para o restante da temporada, que vai ser longa, todos estamos felizes e motivados – revelou o zagueiro.

O atleta foi emprestado para o CSKA pelo período de uma temporada. Rodrigo foi revelado pelas categorias de base do Bahia, onde estava desde 2015. O atleta foi integrado ao elenco principal do tricolor baiano em 2017. A apresentação do jogador no time russo ocorreu na semana retrasada. O zagueiro falou sobre seus primeiros momentos no clube.

– Cheguei muito bem ao CSKA, comissão e jogadores me receberam super bem, de braços abertos. Eu venho tentando me adaptar o mais rápido possível. Costumo falar que isso é questão de tempo – disse o jogador.

Ano passado o CSKA Moscou terminou a liga nacional em segundo lugar, atrás do rival Locomotiv Moscow, que foi campeão. Os dois times classificaram diretamente para a fase de grupos da Liga dos Campeões. Rodrigo tratou a possibilidade de disputar a competição nessa temporada como a realização de um sonho.

– Eu tenho vários sonhos e um destes incluía a Champions. Eu sabia que tinha que trabalhar muito para poder realizar esse sonho, mas não especulava uma idade, se chegou a hora com 22 anos foi da vontade de Deus, ele reservou esse momento para mim. Vivo uma expectativa muito grande para que comece logo a competição, quero poder jogar e ajudar meus companheiros a fazer um bom campeonato – falou.

Becão também comentou como é atuar em um clube em que o país acabou de sediar uma Copa do Mundo, segundo ele isso pode ter influência positiva na liga nacional. O jogador também contou sobre a questão do idioma local, que é outro desafio a ser batido.

– Jogar em um clube do país que sediou a última Copa é diferente. Para a liga com certeza é de suma importância, valoriza muito mais. A língua russa é bem complicada, as gírias aqui do meio do futebol que são ditas diariamente ficam mais fáceis de aprender e gravar, mas palavras do dia a dia são mais complicadas, venho tentando aprender o mais rápido possível para poder me comunicar com os meus companheiros – contou o jogador.

O Campeonato Russo começou no último sábado, mas a equipe do CSKA só fez sua estreia nesta terça-feira, fora de casa, contra o time do Krylya Sovetov com um empate em 0 a 0. Becão foi titular e atuou os 90 minutos.

Mais conteúdo sobre

Esporte