Acordo entre Magalu e Caixa beneficia inscritos no Auxílio Emergencial em 2021

Beneficiários do auxílio podem realizar suas compras online

A empresa Magazine Luiza anunciou em 14 de abril de 2020, parceria com a Caixa Econômica Federal para que os beneficiários do auxílio emergencial pudessem utilizar o saldo de suas contas para realizar compras através dos canais digitais da loja, tanto no site quanto no App do Magalu, que utilizam a processadora de cartões Adyen (que também tem como clientes Via Varejo, Uber e iFood) para realizar suas operações.

Realizar compras online ficou ainda mais fácil – Foto: Divulgação/iStockRealizar compras online ficou ainda mais fácil – Foto: Divulgação/iStock

No ano de 2020, foram mais de 50 milhões de brasileiros beneficiados com o auxílio de R$600 (pago em dobro para mães de família com dois filhos ou mais).

Como resultado dessa parceria, os beneficiários do programa puderam utilizar o cartão virtual da Poupança Social Digital da Caixa para comprar no Magalu, sem a necessidade da impressão de um boleto ou uso de cartão de crédito.

O objetivo, segundo o CEO da Magalu, Frederico Trajano (Filho de Luiza Trajano), é “facilitar a vida daqueles que não têm conta corrente nem cartões de débito ou de crédito”.

Agora, em 2021, o acordo permanece e permite que os beneficiários do auxílio possam continuar usufruindo da facilidade e comodidade de poder realizar suas compras online sem precisar enfrentar as filas das lotéricas para realizar o pagamento dos boletos referentes aos seus pedidos.

Além das novas formas de pagamento, o Magalu continua aceitando todos os tipos de cartão de crédito e parcelando em até 24x sem juros com o Cartão Luiza, que é uma parceria entre o Magalu, o Itaú e a Mastercard.

Os clientes possuem diversas vantagens na integração da compra no Magalu com o cartão da própria empresa e podem realizar todas as operações relacionadas à fatura Luiza Cred de forma online.

Como conseguir o cartão digital da Caixa

O cartão digital possui as mesmas informações que os cartões convencionais, está disponível pelo Internet Banking Caixa ou app Caixa e aparece na tela inicial do aplicativo, quando a conta está logada.

É interessante salientar que o código de segurança do cartão muda a cada compra, o que torna o seu uso ainda mais seguro.

Em caso de dúvidas sobre a utilização ou segurança da operação, é possível ainda solicitar ajuda no Atendimento Caixa disponível pelo próprio app.

Bancos convencionais oferecem cartões digitais

Além da Caixa, outros bancos (como Itaú, Bradesco e Nubank, por exemplo) também oferecem cartões digitais para a realização de compras pela internet.

O uso desses cartões é mais seguro do que o uso do cartão físico, visto que é possível criar um novo código de segurança sempre que desejar e excluir o cartão digital anterior assim que quiser, evitando que outras pessoas possam descobrir as informações de segurança e utilizá-lo sem a permissão do titular.

Cartões de débito também são aceitos no Magazine Luiza

Quem já detém o cartão de débito da Caixa (mais 100 milhões de correntistas) também pode comprar diretamente no e-commerce e no aplicativo da empresa.

Corrida pela Aceitação

As empresas de maquininhas correram para permitir que todos os varejistas pudessem aceitar o cartão virtual de débito da Caixa Econômica Federal mas a verdade é que, mais uma vez, o Magazine Luiza ficou na vanguarda da solução.

Cartão Magalu

Além das novas integrações e meios de pagamento online já anunciados, o Magazine Luiza anunciou em 19 de abril de 2021, através de uma parceria entre a Luizacred e o Itaú Unibanco, o cartão Magalu.

Trata-se de um cartão de crédito digital (nos mesmos moldes dos cartões digitais citados acima), sem anuidade e com cashback na conta digital MagaluPay.

Além disso, o cartão terá bandeira Visa e os benefícios de um cartão Platinum, além de pagamento por aproximação e ser habilitado para pagamentos e transferências, inclusive por Pix.

Os interessados que realizaram o pedido do Cartão Magalu até 31 de maio receberão 4% do valor de cashback por um ano – Após essa data, quem fizer o pedido ainda terá uma porcentagem do valor gasto nas compras devolvido, mas nesse caso, será 2%. Importante salientar que o cashback só é válido nas compras realizadas nos canais de venda do Magalu, ou seja, no app, no site e nas lojas físicas.

Os usuários do cartão também terão descontos em outras lojas como:

  •         Época Cosméticos;
  •         Netshoes;
  •         Shoestock;
  •         Zattini.

A iniciativa visa aumentar a aderência dos clientes ao app de pagamentos da Magazine Luiza, o MagaluPay, que já conta com cerca de 3 milhões de usuários.

Magazine Luiza oferece produtos essenciais com frete grátis

O site e app do Magalu oferecem mais de 15 milhões de produtos, sendo mais de 60 mil deles classificados como essenciais, incluindo produtos de mercado e higiene pessoal, limpeza e alimentação, sendo que todas as compras dessa categoria são entregues com frete grátis para todo o Brasil, sem valor mínimo.

A companhia compra diretamente de fornecedores como Unilever, Ambev, Procter & Gamble, Coca-Cola Femsa e Heineken, a fim de aproveitar seu poder de negociação e oferecer os melhores preços para os consumidores.

O Magazine Luiza é uma empresa que vem se destacando por sua presença social e seu comprometimento com as classes menos favorecidas do país e no segundo trimestre de 2020, mais de 3 milhões de itens essenciais foram vendidos através de suas plataformas.

Magazine Luiza Aposta no Marketplace como Solução

Assim que alguns Estados aumentaram o nível do isolamento social, a empresa anunciou, em parceria com o Sebrae, o projeto “Parceiro Magalu”, inicialmente para São Paulo e Pernambuco, disponibilizando sua plataforma de marketplace para autônomos e empresas com faturamento anual de até R$ 5 milhões atingirem maior visibilidade (a empresa possui mais de 20 milhões de clientes em sua base)  e não ter um impacto tão negativo em suas vendas, apesar da restrição de circulação nas ruas.

A empresa já possuía um marketplace em expansão, mas havia um certo nível de exigência que dificultava a abertura de espaço para pequenos empreendedores.

Ainda em 2020, o Magalu conseguiu agregar mais de 15.000 lojistas dentro do seu negócio de marketplace.

A MindMiners realizou um levantamento onde a Magalu foi apontada como uma das marcas citadas pelas pessoas por tomar atitudes positivas em meio à crise.

Sem medo de crise

Apesar de todas as más notícias trazidas com a pandemia do Coronavírus, o Magazine Luíza continua a se posicionar com firmeza no mercado e em maio de 2020, seu presidente declarou que a empresa tinha fôlego para se manter 2 anos com as portas fechadas, apesar do prejuízo líquido de R$ 64,5 milhões no segundo trimestre de 2020.

Frederico Trajano disse que sua equipe trabalhou como se não houvesse fôlego para mais nem um dia e no mês de junho, o Magazine Luiza, maior varejista de bens duráveis do Brasil, lucrou R$ 93 milhões, com 85% de vendas a mais do que no mês anterior.

“O cenário de pandemia, com suas enormes transformações, mostrou que o Magalu era a empresa mais preparada para enfrentar a crise e sair dela fortalecida”, declarou Trajano. “Tínhamos o modelo de negócios ideal e a melhor equipe.”

Gostou desse conteúdo? Acha que ele pode ser interessante para mais alguém? Compartilhe e ajude a propagar informação de qualidade.

+

Finanças Pessoais