Declaração do Imposto de Renda pode ser feita a partir desta terça-feira

Tire suas dúvidas com o guia preparado pelo ND

Zambi/ND

 

Os contribuintes que tiveram renda tri­butável – salários, aposentadorias e aluguéis – acima de R$ 28.123,91, em 2015, terão que declarar os rendimentos à Receita Federal para não correr o risco de cair na temida ma­lha fina. Neste ano, o órgão espera receber 27,8 milhões de declarações em todo o país. A prestação de contas pode ser entregue a par­tir de hoje. O prazo é 29 de abril. Mas, quem entregar com antecedência sai na frente dos demais contribuintes.

É o caso do gerente contábil da Komcorp, Ra­fael Silveira. Desde o fim do ano passado, o conta­bilista iniciou o processo de separação dos docu­mentos para fazer a declaração logo no primeiro dia. Quem se adianta, de acordo com o profissio­nal, tem chances menores de cair na malha fina. “Poucas pessoas separam com antecedência. A vantagem de quem já separou a documentação é ter um tempo maior para fazer a declaração, com calma e sem erros. Além disso, a restituição deve chegar primeiro”, afirmou. Assim, se tudo estiver certo, a restituição já acontece no segundo lote – no mês de julho. O primeiro lote de restituição ocorre em junho, com preferência para os apo­sentados e pessoas com deficiência.

Se planejar com antecedência é uma prio­ridade para Rafael, mas todos os contribuintes deveriam fazer o mesmo, aconselha. “Assim que sai o programa da Receita, começamos a colocar as informações para saber das mudanças. Todos já podem preencher e verificar se falta informa­ção. Se deixa para cima da hora, a tendência de cometer mais erros é maior, porque fica na cor­reria e acaba esquecendo algo”, explicou.

Uma das mudanças deste ano é a obrigato­riedade de informar o CPF dos dependentes e alimentados com 14 anos ou mais. Antes a idade era a partir dos 16. “Um dos maiores problemas é que as pessoas se esquecem de informar os rendimentos dos dependentes. Ele informa que tem o dependente, mas esquece de colocar, por exemplo, que o filho é estagiário. Aí a empresa que o filho trabalha declara o rendimento e o pai não. Vai cair na malha fina, porque cruza o CPF”, explicou Rafael. Por isso, o profissional salienta: “Todos os rendimentos devem ser declarados, mesmo os de pessoa física. Deu aula, aluguel, fez cirurgia plástica, ganhou um imóvel, vendeu. São bens dedutíveis e que acabam colocando muitas pessoas na malha fina”, completou.

A declaração é feita pela internet, no site receita.fazenda.gov.br, ou por meio do aplicativo Fazer Declaração, disponível para tablet e smartphone.

TIRE AS DÚVIDAS
Principais novidades e dicas simples

– Existem as pessoas que são obrigadas a declarar IR. Porém, se o contribuinte teve imposto retido na fonte por alguns meses de 2015, mas não recebeu rendimentos acima de R$ 28.123,91, pode declarar para receber o valor de volta.

– Está precisando de dinheiro? Entregue a declaração o mais rápido possível e aumente a chance de sua restituição entrar nos primeiros lotes. Não tem pressa? Deixe para o final do prazo, e ganhe mais com os juros, hoje de 14,25%.

– A declaração do IR deve ser entregue até o dia 29 de abril, às 23h59m59s. Mas evite deixar para os últimos dias, pois o sistema pode ficar congestionado. Impossível mesmo é entregar a declaração da 1h até as 5h, período que o sistema fica fora do ar para manutenção diária.

– O aplicativo para smartphones e tablets IRPF tem a função Fazer Declaração. Para quem tem certificado digital, é possível entregar a declaração no site da Receita. Nos dois casos, existem restrições: por exemplo, quem registrou lucro com venda de imóvel.

– Todos os contribuintes podem optar pela declaração simplificada, mas o desconto padrão de 20% não pode superar R$ 16.754,34. Enquanto preenche a declaração, o contribuinte pode avaliar se a declaração simplificada ou completa é a mais vantajosa para ele.

– A Receita leva em conta que parte da renda declarada é consumida em gastos declarados e básicos da família. Oaumento do patrimônio precisa, portanto, ser compatível com o da renda. Do contrário, o fisco pode colocar o contribuinte na malha fina.

– Mudou de emprego no ano passado? Oantigo empregador tinha até ontem para entregar o Informe de Rendimentos. Para quem foi demitido, cuidado ao informar as verbas da rescisão. Cada uma tem um campo específico. Parte é tributada, parte, não.

– Na hora de declarar rendimentos, inclua todos. Prêmios, loterias, tudo. Pediu CPF na nota? Resgatou o dinheiro? Também existe um informe de rendimentos para sorteios e imposto devolvido. Se dependentes têm renda, é preciso incluí-la, ou o contribuinte corre o risco de cair na malha fina.

– Tem imposto a pagar? À vista, pague até o dia 29 de abril – depois desse prazo há multa. Parcelado? Pague a primeira parcela também até 29 de abril. Asegunda parcela tem 1% de juro, mesmo quando paga no prazo.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Impostos

Loading...