João Paulo Messer

messer@ndtv.com.br Política, economia, bastidores e tudo que envolve o cotidiano e impacta na vida do cidadão de Criciúma e região.


Segunda chance para servidores manter pagamento da previdência em Criciúma

Funcionário público que não responder ao censo previdenciário do município de Criciúma terá seus vencimentos ou benefícios cortados.

Abre nesta sexta-feira (13) um novo prazo para que os servidores públicos efetivos de Criciúma, vinculados ao Criciumaprev, respondam ao Censo Previdenciário. O período regulamentar encerrou no mês de julho, mas aproximadamente 500 profissionais não cumpriram o chamado. Eles terão até o dia 20 deste mês para regularizar a situação. Caso contrário ficarão sem receber salários ou benefícios.

Pelo menos 500 servidores deixaram de responder ao censo previdenciário no município de Criciúma. – Foto: DivulgaçãoPelo menos 500 servidores deixaram de responder ao censo previdenciário no município de Criciúma. – Foto: Divulgação

Os servidores que não possuam acesso a computadores, tabletes e celulares, ou que tenham dificuldades na efetivação do censo, poderão solicitar auxílio, junto à Gerência de Gestão de Pessoas (RH) no Paço Municipal, no pátio de máquinas e na sede do Criciumaprev.

O censo está estabelecido em lei complementar municipal e deve ser promovido no mínimo, a cada cinco anos. A realização garante confiabilidade sobre a base de dados a ser utilizada para as avaliações atuariais.

Loading...