Max Verstappen vence em Ímola e dá o troco em Lewis Hamilton

Em uma corrida caótica, com vários incidentes e troca de posições, Verstappen ultrapassou Hamilton e venceu a prova deste domingo

Em uma corrida caótica, com a pista molhada que provocou vários incidentes, alternância de posições, escapadas e uma bandeira vermelha, Max Verstappen venceu o GP da Emilia-Romagna da Fórmula 1 neste domingo (18).

O holandês teve mais consistência que os adversários, fez uma ótima largada e conseguiu uma linda ultrapassagem sobre o pole Lewis Hamilton para garantir a vitória em Ímola. O heptacampeão terminou em segundo e o jovem britânico Lando Norris, da McLaren, completou o pódio.

Max Verstappen vence a prova da Fórmula 1 em Ímola neste domingo – Foto: Divulgação/FacebookMax Verstappen vence a prova da Fórmula 1 em Ímola neste domingo – Foto: Divulgação/Facebook

O piloto da Red Bull deu o troco em Hamilton por conta do revés no GP do Bahrein, na abertura da temporada, e conquistou a 11ª vitória na Fórmula 1. Ele superou o britânico da Mercedes com uma manobra ousada no começo da corrida, quase rodou após a relargada, mas conseguiu manter a ponta até cruzar a linha de chegada, reforçando que será um grande adversário para o britânico nesta temporada.

“Para ser sincero, foi muito difícil permanecer no caminho certo. Tive um momento ali na minha relargada, mas tudo correu muito bem”, destacou o vencedor do GP da Emilia-Romagna.

Desempenho de Hamilton

O heptacampeão mundial cometeu alguns erros, chegou a colidir no guard rail, destruindo sua asa dianteira, mas protagonizou uma corrida de recuperação notável para fechar a prova em Ímola em segundo.

Além disso, marcou um ponto extra pela volta mais rápida. Esse precioso ponto o garantiu na liderança do Mundial de Pilotos, com 44, um a mais que Verstappen, o vice-líder.

Vale destacar que Hamilton contou com a sorte após a batida. O safety car entrou no momento certo para ele conseguir fazer o pit stop e logo depois a bandeira vermelha foi decretada por conta do grave acidente envolvendo George Russell e Valtteri Bottas na volta 34. Os dois se enroscaram e abandonaram a prova, saindo dos carros sem ferimentos, mas trocando xingamentos.

A partir da relargada, o britânico mostrou a habitual competência para empilhar ultrapassagens, saindo do oitavo posto para o segundo ao final da prova. “Do meu lado, não foi o melhor dos dias. A primeira vez que cometi um erro em muito tempo, mas estou grato por ter sido capaz de trazer o carro para casa hoje”, disse o sincero Hamilton.

Outros pilotos

Norris teve um ótimo desempenho, mostrando evolução a cada temporada, e foi eleito o piloto do dia. O britânico da McLaren subiu ao pódio pela segunda vez na carreira. A quarta e a quinta colocações ficaram com os carros da Ferrari, com monegasco Charles Leclerc à frente do espanhol Carlos Sainz.

Parceiro de Norris na McLaren, o australiano Daniel Ricciardo foi o sexto, seguido do canadense Lance Stroll, da Aston Martin, em sétimo. O francês Pierre Gasly, da AlphaTauri, terminou em oitavo, à frente do finlandês Kimi Räikkönen, da Alfa Romeo. O francês Esteban Ocon, da Alpine, fechou o top 10 na Itália.

O espanhol Fernando Alonso fechou em 11º, com a Alpine e o mexicano Sergio Pérez, da Red Bull, fez uma corrida desastrosa. Ele largou em segundo lugar, mas abusou dos erros, escapou mais de uma vez, foi punido com um stop and go de dez segundos por ultrapassar com o safety car na pista e terminou apenas em 12º. O tetracampeão Sebastian Vettel, foi apenas o 15º, com a Aston Martin.

Nicholas Latifi e Mick Schumacher foram outros dois pilotos que também colidiram. O piloto da Williams teve de abandonar, mas o filho do lendário heptacampeão mundial conseguiu concluir a corrida em 16º.

A Fórmula 1 dá uma pausa e retorna daqui a duas semanas, para o GP de Portugal, no autódromo de Algarve, a terceira de 23 provas previstas no calendário de 2021, o mais extenso da história da categoria.

Veja a classificação do GP da Emilia-Romagna:

1º) Max Verstappen (HOL/Red Bull), em 2h02min34s598

2º) Lewis Hamilton (GBR/Mercedes), a 22s000

3°) Lando Norris (GBR/McLaren), a 23s702

4º) Charles Leclerc (MON/Ferrari), a 25s579

5º) Carlos Sainz (ESP/Ferrari), a 27s036

6º) Daniel Ricciardo (AUS/McLaren), a 51s220

7º) Lance Stroll (CAN/Aston Martin), a 51s909

8º) Pierre Gasly (FRA/Alphatauri), a 52.818s

9º) Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo), a 64s773

10º) Esteban Ocon (FRA/Alpine), a 65s704

11º) Fernando Alonso (ESP/Alpine), a 66s561

12°) Sergio Perez (MEX/Red Bull), a 67s151

13º) Yuki Tsunoda (JAP/Alphatauri), a 73s184

14º) Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo), a uma volta

15º) Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin)

16º) Mick Schumacher (ALE/Haas), a duas voltas

17º) Nikita Mazepin (RUS/Haas), a duas voltas

Abandonaram a prova:

Nicholas Latifi (CAN/Williams)

Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)

George Russell (GBR/Williams).

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...