Sainz vence a primeira corrida da carreira na Fórmula 1

Feito do piloto espanhol aconteceu em Silverstone, na Inglaterra, após largada assustadora e paralisação de uma hora

O espanhol Carlos Sainz Jr. (Ferrari) conquistou a primeira vitória de sua carreira na Fórmula 1 neste domingo, no Grande Prêmio da Inglaterra, 10ª edição do Mundial, que foi interrompido após a largada durante uma hora devido a um acidente espetacular envolvendo vários carros, mas sem gravidade.

Carlos Sainz Jr festeja vitória em Silverstone. Foto – Ben Stansall / AFP/NDCarlos Sainz Jr festeja vitória em Silverstone. Foto – Ben Stansall / AFP/ND

“Não sei o que dizer, é maravilhoso. Primeira vitória em 150 corridas com a Ferrari em Silverstone. É um dia muito especial”, disse o piloto de 27 anos.

“Lutei com o equilíbrio. Não foi fácil, mas continuei acreditando que ainda poderia acontecer e precisava me manter na corrida – e o Safety Car veio e eu consegui”, acrescentou.

“Não foi fácil! Eu estava nervoso durante o reinício do Safety Car”, lembrou o espanhol.

O mexicano Sergio Pérez (Red Bull) e o britânico Lewis Hamilton (Mercedes) o acompanharam no pódio, enquanto o holandês Max Verstappen, ainda líder do Mundial de Pilotos após a corrida, só conseguiu terminar em sétimo ao volante de sua Red Bull depois de lutar com o alemão Mick Schumacher (Haas), que, oitavo, somou seus primeiros pontos na temporada.

Acidente e protesto

Sainz, que pôs fim a uma sequência de seis vitórias da Red Bull, teve que esperar seu 150º Grande Prêmio para subir ao topo do pódio – no final de um GP marcado por um acidente espetacular envolvendo vários pilotos, entre eles o tailandês Alexander Albon (Williams) e o chinês Zhou Guanyu (Alfa Romeo).

Após os exames, o segundo deixou o centro médico “em bom estado de saúde”, enquanto o primeiro foi transferido para o hospital “para exames por precaução”.

Além disso, enquanto a corrida ainda estava parada, várias pessoas tentaram entrar na pista.

“Essas pessoas foram imediatamente removidas e o caso agora está nas mãos das autoridades locais”, disse a Federação Internacional de Automobilismo.

Este ato foi reivindicado por um grupo ativista pelo clima, o Just Stop Oil, grupo que exige o fim da exploração de combustíveis fósseis no Reino Unido.

“Cinco militantes da Just Stop Oil interromperam o Grande Prêmio da Grã-Bretanha em Silverstone pulando na pista e sentando nela”, disse a associação ambientalista em um comunicado.

Uma hora após o acidente, houve uma nova largada na lendária pista de Silverstone, onde eram esperados neste fim de semana mais de 400.000 espectadores, que não ficaram desapontados com o espetáculo.

Silverstone: talismã para Sainz

As últimas voltas trouxeram uma bela briga pelo segundo lugar entre Pérez, Lewis Hamilton e o monegasco Charles Leclerc (Ferrari).

Pérez venceu a batalha e, em seguida, Hamilton duelou com Leclerc pelo terceiro lugar no pódio.

Embora tenha garantido “ter dado tudo hoje”, Hamilton, sete vezes campeão mundial, registrou uma triste marca pessoal: o de maior número de corridas seguidas – 11 neste caso – sem vitórias.

No final desta corrida britânica, a 10ª da temporada, o Mundial de Pilotos permanece inalterado nas três primeiras posições: Verstappen soma 181 pontos e supera o seu companheiro de equipe Pérez (147 pontos) e Leclerc (138 pontos).

Mas todas as circunstâncias não desviaram Sainz de seu objetivo de vencer a corrida. Ele assumiu assim o lugar de Fernando Alonso (quinto neste domingo) que havia sido o último piloto espanhol a vencer um GP. E venceu em um circuito onde já brilhou no passado, nas categorias de base.

A próxima prova, o Grande Prêmio da Áustria no Red Bull Ring, está marcada para o dia 10 de julho, dentro de uma semana.

Classificação final do Grande Prêmio da Inglaterra em Silverstone:

1. Carlos Sainz Jr (ESP/Ferrari) 306,198 km em 2h 17:50.311

2. Sergio Pérez (MEX/Red Bull) a 3.779

3. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) a 6.225

4. Charles Leclerc (MON/Ferrari) a 8.546

5. Fernando Alonso (ESP/Alpine-Renault) a 9.571

6. Lando Norris (GBR/McLaren-Mercedes) a 11.943

7. Max Verstappen (HOL/Red Bull) a 18.777

8. Mick Schumacher (ALE/Haas-Ferrari) a 18.995

9. Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin-Mercedes) a 22.356

10.Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari) a 24.590

11.Lance Stroll (CAN/Aston Martin-Mercedes) a 26.147

12.Nicholas Latifi (CAN/Williams-Mercedes) a 32.511

13.Daniel Ricciardo (AUS/McLaren-Mercedes) a 32.817

14.Yuki Tsunoda (JPN/AlphaTauri-Red Bull) a 40.910

Melhor volta da corrida: Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 1:30.510 na 52ª volta (média: 234,312 km/h)

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Fórmula 1

Loading...