Adilson lamenta empate, mas elogia time após empate com Resende

Técnico do Vasco gostou da atuação da equipe de São Januário na Arena da Amazônia e salientou Marquinhos do Sul e Yago, jovens que entraram no decorrer da partida

Divulgação

Após o empate sem gols com o Resende, na noite desta quinta-feira, na estreia na Copa do Brasil, Adilson Batista, técnico do Vasco, aprovou a atuação do time cruz-maltino. O treinador lamentou as oportunidades perdidas, mas salientou a apoio da torcida, que compareceu em peso à Arena Amazônia.

Cerca de 40 mil vascaínos estiveram no estádio nesta noite para apoiar os jogadores do clube de São Januário.

– Foi muito bonito o público que compareceu. Fizemos um bom jogo. Não dá para ficar cobrando muito, mas gostei do que vi. Gostei dos que entraram também (Marquinhos do Sul e Yago), deram velocidade ao time. Tivemos volume de jogo e criamos chances, algumas destas, situações claras para definir. Temos de parabenizar os que vieram incentivar esses meninos – disse o comandante, que completou:

– Faltou o gol. Oportunidade, nós tivemos. Lamentamos. Gostaríamos de ter presenteado os torcedores com uma vitória, mas tentamos.

Visando o primeiro jogo da final do Campeonato Carioca, o Vasco atuou em Manaus com o time reserva. A segunda partida entre Vasco e Resende pela Copa do Brasil acontece no dia 16 de abril, em São Januário. Ao Gigante da Colina, apenas a vitória interessa para se classificar de forma direta. Se o placar de 0 a 0 se repetir, a decisão vai para os pênaltis, e qualquer empate com gols dá a vaga para o time do interior Fluminense.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Brasileiro

Loading...