Adversário da Chapecoense na Série B confirma quatro atletas positivados para a Covid-19

Sampaio Corrêa-MA divulgou um boletim nesta sexta-feira para informar os diagnósticos; a Chape já "folgou" na última rodada depois que o então adversário, CSA, registrou um surto de casos

O Sampaio Corrêa confirmou, na tarde desta sexta-feira (14), que André Luís, Lucão, Luís Gustavo e Daniel Penha testaram positivo para a Covid-19 e serão desfalques no duelo diante da Chapecoense, no domingo, em Chapecó, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Daniel Penha, um dos atletas que teve o diagnóstico positivo para a Covid-19 – Foto: Sampaio Corrêa/divulgação

De acordo com o clube maranhense, apenas o meia Daniel Penha apresenta os sintomas causados pelo novo coronavírus e precisará ficar isolado por duas semanas, enquanto os demais estão assintomáticos e vão cumprir quarentena de dez dias.

Dessa forma, o técnico Léo Condé será forçado a fazer duas alterações na equipe nordestina. Léo Costa e Marcinho ganham, respectivamente, as vagas de André Luís e Daniel Penha. O Sampaio viajou para Curitiba nesta sexta-feira. No sábado, segue de ônibus para Chapecó.

A equipe do Maranhão devem entrar em campo, às 11h de domingo, na Arena Condá pela terceira rodada da Série B, com: Gustavo; Joazi, Paulo Sérgio, Daniel Felipe e João Victor; Léo Costa, Eloir e Marcinho; Gustavo Ramos, Roney e Jackson.

“A expectativa é melhor possível para gente fazer um ótimo jogo diante da Chapecoense. O time vem fazendo bons jogos, mas, infelizmente, vem pecando nas finalizações. Mas tenho certeza que no decorrer do campeonato vamos melhorar”, disse o atacante Caio Dantas.

Cabe destacar que não é possível rastrear como os jogadores foram contaminados. Porém, os casos surgiram após a partida com o Juventude, que teve três atletas e o técnico Pintado positivados.

Os gaúchos, por sua vez, vinham de duelo frente ao CRB, que tinham enfrentado o arquirrival CSA na decisão do Campeonato Alagoano. O CSA foi acometido por um surto, tendo confirmado 20 casos de covid-19.

Casos no caminho da Chapecoense

A Chapecoense “folgou” na última rodada depois que a CBF precisou adiar o duelo contra o CSA, que contabilizou, de acordo com a última nota, um total de 20 contaminados. O time de Alagoas, que conta com 31 atletas inscritos, aguarda o término da quarentena para projetar um time para entrar em campo.

A própria Chapecoense, ainda no estadual,  contabilizou um surto de casos que “obrigou” a competição a ser adiada duas vezes.

A Chape está na final do Catarinense e encara o Brusque, em duas partidas que deverão ocorrer em setembro.

+

Futebol Brasileiro