Aguirre fala em escalar Taison, Yuri Alberto e Guerrero no ataque do Inter

Técnico deixou claro que testará mais a formação, que atuou por 28min no 2 a 2 com o Santos. Presença do trio entre os titulares muda o esquema e deve fazer a direção buscar reforço para o ataque

O técnico Diego Aguirre valorizou “a entrega e a confiança o tempo todo” do time do Inter após o empate em 2 a 2 com o Santos, domingo em São Paulo, conseguido aos 43min do segundo tempo com Yuri Alberto. E, ao mesmo tempo, deixou claro que, durante os treinamentos, testará um ataque formado por Taison, Guerrero e Yuri Alberto.

Treinador gostou da entrega da equipe no 2 a 2 contra o Santos – Foto: Ricardo Duarte/Inter/DivulgaçãoTreinador gostou da entrega da equipe no 2 a 2 contra o Santos – Foto: Ricardo Duarte/Inter/Divulgação

“Não tenho como adiantar agora que será a escalação do próximo jogo, mas eles podem jogar, sim. Como já jogaram o Yuri e o Galhardo na frente”, lembrou o treinador, logo após a partida com a equipe paulista.

Guerrero entrou aos 22min do segundo tempo no lugar do lateral-direito Mercado – o meia Edenilson foi descolado para o setor. Pela amostra contra o Santos, o time ficou mais perigoso no ataque, mas muito mais suscetível aos contra-ataques. O Santos teve três boas chances de definir o placar, mas não soube aproveitar. Caso a formação convença o treinador, Lindoso e Patrick são os maiores candidatos a deixar o time. A chance de Edenilson ser mantido na ala é remota, pois Aguirre já elogiou a capacidade do meio-campo fazer gols – ele é Yuri Alberto, com 12, são os artilheiros colorados na temporada.

GALHARDO

Uma grande possibilidade é que a direção colorada, com o time titular tendo três atacantes, busque alguma peça de reposição. O próprio Aguirre já fala em Galhardo como ex-atleta do Inter.

“Ele (Galhardo) está perto de sair, são coisas que acontecem. Jogadores vem e vão. Também há possibilidade de vir outros. São coisas normais”, avaliou. O jogador negocia sua transferência para o Celta de Vigo (Espanha), treinador por Miguel Ramírez, ex-técnico do Inter. Perguntado se teria pedido algum reforço para o ataque, Aguirre foi taxativo: “Não pedi. Mas se vem alguém de qualidade, ótimo. Se for para trazer alguém igual aos que temos, entendo que não é necessário.

Guerrero tenta recuperar a titularidade – Foto: Ricardo Duarte/Inter/DivulgaçãoGuerrero tenta recuperar a titularidade – Foto: Ricardo Duarte/Inter/Divulgação

Além do trio que será testado na titularidade, com a saída de Galhardo o clube contará no elenco com os atacantes Palacios, Caio Vidal e Vinicius Mello.

BOSCHILIA

Aguirre considerou o empate contra o Santos “mais justo, pois perder, com certeza, não merecíamos”. E enalteceu a presença do meio-campo Boschilia. Disse que a ideia é fazer o jogador, aos poucos, ganhar ritmo. “Não podemos esquecer que, recentemente, ele passou por cirurgia nos ligamentos do joelho (esquerdo). É um jogador muito bom tecnicamente. O coloquei (contra o Santos) para termos mais controle de jogo. Ele pode atuar pela direita, pela esquerda e por dentro. Aos poucos, vai pegando seu melhor jogo”, resumiu.

Boschilia vai entrar aos poucos no time, informou o treinador – Foto: Ricardo Duarte/Inter/DivulgaçãoBoschilia vai entrar aos poucos no time, informou o treinador – Foto: Ricardo Duarte/Inter/Divulgação

O técnico uruguaio revelou ainda que sua previsão, nos dois jogos seguidos fora de casa, era fazer quatro pontos. “Agora então precisamos dos três pontos lá em Goiás”, afirmou. O Inter enfrenta o Atlético-GO no próximo domingo, às 18h15.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Brasileiro

Loading...