Brasileirão: Confira os destaques da maior competição do país

Campeonato Brasileiro começa neste fim de semana; reportagem do nd+ listou os favoritos, as incógnitas, além dos times que devem brigar contra o rebaixamento

Marcado para começar no dia 2 de maio, o Campeonato Brasileiro Série A teve, assim como praticamente tudo, que esperar. Agora, chegou a hora e a bola vai rolar para a elite do futebol nacional com a proibição da torcida nos estádios.

A cobiçada taça do Campeonato Brasileiro – Foto: CBF/Divulgação

Iniciando neste final de semana (8 e 9 de agosto), o Brasileirão só irá terminar no dia 24 de fevereiro. Para que este retorno do futebol fosse possível, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) estabeleceu uma diretriz detalhada de cuidados com o novo coronavírus. Jogadores, técnicos e árbitros serão testados regularmente.

A principal definição da CBF está na padronização de testes. Todos os exames serão bancados pela entidade e realizados no hospital Albert Einstein, em São Paulo, para se ter amostras mais uniformes. Seja para as quatro divisões do Brasileiro, Copa do Brasil, torneios femininos e competições de base, a promessa é de ter o mesmo rigor.

Três dias antes de cada partida os 23 atletas de cada time, os dois técnicos e os quatro árbitros passarão por testes. Ou seja, serão 52 exames por jogo. O material será enviado para análise e em até 24 horas os resultados precisam estar prontos.

Os favoritos

Voltando a falar do jogo em si, a Série A inicia com três principais postulantes ao título: Flamengo, Palmeiras e Grêmio. Atual campeão, o Flamengo conseguiu manter praticamente todo seu time (vendeu apenas Pablo Marí) e ainda trouxe vários atletas para reforçar o elenco.

Atual campeão, Flamengo é um dos grandes favoritos da edição – Foto: ALLSPORTS/ND

Este ano, o rubro-negro já faturou o Carioca e a Supercopa do Brasil em cima do Athletico-PR. Mas, nem tudo são flores. A Nação perdeu Jorge Jesus, responsável por colocar a equipe nos trilhos. Agora, Domènec Torrent, ex-auxiliar de Guardiola, terá a missão de manter o nível de atuação.

Entra ano e sai ano o Palmeiras segue com um dos principais elencos do Brasil e sendo um dos times mais ricos do país. Para esta temporada, o Verdão trouxe o velho conhecido Vanderlei Luxemburgo e contratou o atacante Rony. De perdas significativas, o Porco viu seu craque Dudu ir embora. Agora, Luxa aposta também nos jovens Gabriel Menino e Patrick De Paula para a sequência do ano.

Quem novamente começa o ano mostrando um futebol maduro é o Grêmio de Renato Portaluppi. O Tricolor conseguiu agregar boas peças ao seu elenco, em funções que ainda estavam deixando a desejar, como no gol, na lateral direita e no ataque. Vanderlei, Victor Ferraz e Diego Souza chegaram dando conta do recado. E mesmo para iminente saída de Everton, o clube já tem substituto formado: Pepê.

Podem incomodar

Atlético-MG, Athletico-PR, Corinthians e Internacional são equipes que podem incomodar na parte de cima da tabela. O Atlético-MG decidiu investir pesado e contratou o argentino Jorge Sampaoli para deixar o time do Galo mais ofensivo e organizado.

Sob a batuta de Sampaoli, o Atlético-MG investiu muito dinheiro em contratações e deve figurar no alto da tabela – Foto: CAM/Divulgação

Por outro lado, o Athletico-PR perdeu Tiago Nunes, o treinador que conseguiu fazer o Furacão jogar bem e conquistar títulos. Agora sob o comando de Dorival Jr., a equipe conquistou o Paranaense, manteve a base do ano passado e tenta chegar mais longe mesmo sem fazer grandes contratações.

Se o Furacão lamenta a saída de Thiago Nunes, os corintianos ainda tentam se ajustar ao novo treinador no Parque São Jorge. Com um começo ruim, sendo eliminado da Pré-Libertadores jogando em casa e mostrando um futebol fraco, o Alvinegro voltou melhor da pausa.

Antes da final no Paulistão, o Corinthians fez quatro vitórias em quatro jogos e não sofreu nenhum gol. A Fiel bota suas fichas novamente no centroavante Jô. Além disso, o treinador vai encontrando soluções para equipe principal nas categorias de base.

Por fim, o Internacional também decidiu mudar. Sob o comando do argentino Eduardo Coudet, o Colorado apresenta um futebol mais ofensivo e intenso. O time vermelho de Porto Alegre vem fazendo boas apresentações na Libertadores e conta com novos reforços que viraram titulares: Thiago Galhardo, Musto, Marcos Guilherme, Moisés e Saravia. Porém, as derrotas nos grenais deste ano aumentaram a pressão sobre o clube.

Grandes em baixa

São Paulo, Santos e Vasco são três grandes do futebol brasileiro que possuem orçamento diferentes, mas atravessam um momento turbulento. O São Paulo de Fernando Diniz tem um elenco caro e recheado e conseguiu ser eliminado pelo Mirassol jogando em casa.

Da empolgação a frustração: São Paulo havia empolgado no primeiro trimestre, mas a eliminação vexatório no Paulistão deixou a torcida enfurecida com a equipe – Foto: Rubens Chiri/São Paulo/ND

Até agora, o Tricolor não se encontrou. Já o Santos entrou na onda dos treinadores portugueses e contratou Jesualdo, experiente técnico europeu. O que se viu até agora foi um futebol pobre e de resultados abaixo do esperado. O Peixe caiu no Estadual para a Ponte Preta e resolveu mandar de volta à Terrinha o técnico português.

Entra ano e sai ano o Vasco parece sempre estar passando por um momento conturbado. Jogando um futebol pobre, a equipe de São Januário tem como boas notícias o atacante argentino Cano e o garoto Talles Magno. De resto, pelo elenco e futebol apresentado até aqui, o Vascão deve brigar na parte de baixo da tabela.

Incógnitas

Ceará, Botafogo, Fortaleza, Bahia, Goiás e Fluminense entram neste Brasileirão como incógnitas. Ceará e Fluminense mostraram que podem mais este ano. O Vozão foi campeão da Copa do Nordeste, enquanto o Flu conquistou a Taça Guanabara. Agora, Botafogo, Fortaleza, Goiás e Bahia ainda estão devendo em 2020. Os nordestinos, principalmente, podem brigar por uma vaga na Sul-Americana.

Subiram

Os times que chegam à Serie A este ano são: Coritiba, Red Bull Bragantino, Sport e Atlético-GO. Esses quatros iniciam o campeonato com o desejo de, pelo menos, permanecer na elite nacional.

O time goiano estava bem no Goianão (que será decidido apenas em 2021). O Dragão é líder na primeira fase. Já o Coxa, equipe tradicional do nosso futebol, chegou à decisão Estadual contra o Athletico-PR e perdeu os dois jogos. O clube paranaense conta com um elenco frágil para a disputa nacional.

Quem tem motivos para se preocupar é o torcedor do Sport. O Leão da Ilha do Retiro não avançou no Pernambucano e nem na Copa do Nordeste. Ao que tudo indica, o time de Recife terá trabalho para se manter na Série A.

A curiosidade, sem dúvida alguma, fica por conta do Red Bull Bragantino. A equipe paulista ganhou a Serie B 2019 com sobras. Neste ano, não passou das quartas de final do Paulistão, mas, por exemplo, aprontou um 3 a 2 para cima do São Paulo no Morumbi. É uma equipe estruturada que possui bons jogadores e que tem tudo para se manter na divisão principal.

+

Futebol Brasileiro