Criciúma vence o Fluminense e abre vantagem nas oitavas da Copa do Brasil

Criciúma venceu o Fluminense por 2 a 1 nesta terça-feira (27) e agora terá vantagem na partida de volta no Rio de Janeiro nas oitavas de final da Copa do Brasil

O Criciúma abriu vantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil. Na primeira partida, nesta terça-feira (27), o Tigre venceu o Fluminense pelo placar de 2 a 1 no Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma.

Com o resultado, o Criciúma joga por um empate para avançar de fase na segunda partida do confronto. Em caso de derrota do Tigre por um gol de diferença a disputa irá para os pênaltis. O Fluminense precisa vencer com dois gols de diferença para avançar de fase. O duelo entre as equipes está marcado para o dia 31 de julho às 16h30min no Marcanã.

Criciúma venceu o Flum – Foto: Celso da Luz/CriciúmaEC/NDCriciúma venceu o Flum – Foto: Celso da Luz/CriciúmaEC/ND

O Jogo

No primeiro tempo a partida foi de bastante marcação e intensidade. Aos dois minutos, Alemão cobrou escanteio, Manoel cortou e no rebote Fellipe Mateus bateu para o gol e Marcos Felipe defendeu para o Fluminense. Aos 15 minutos, Alemão cruzou a bola na área, Marcão cabeceou para fora. Aos 20 minutos, a equipe carioca chegou pela primeira vez. Yago tabelou com Luiz Henrique na direita e arriscou de fora da área e o goleiro Gustavo defendeu com tranquilidade.

Já aos 39 minutos, Eduardo ficou com a bola na saída do Fluminense e arriscou de fora da área, a bola desviou em Hygor e parou no fundo da rede para abrir o placar em favor do Criciúma. Na última chegada do primeiro tempo, Nenê cobrou escanteio e Fred cabeceou com perigo para fora e quase marcou o gol de empate.

Na segunda etapa o Fluminense foi em busca do empate e logo aos cinco minutos teve a primeira oportunidade de marcar. Martinelli lançou Samuel Xavier que cruzou na área e na sobra Manoel chutou para o gol e a bola parou na zaga do Criciúma. Luccas Claro, na sobra, tentou uma bicicleta, mas o árbitro já havia marcado falta de ataque. Aos 14 minutos, Samuel Xavier recebeu pela direita e passou para Fred, o atacante tentou a devolução, mas a zaga do Criciúma cortou.

Aos 17 minutos, Dudu Figueiredo recebeu na grande área, jogou por entre Nenê e Egídio, foi tocado pelo lateral-esquerdo e caiu na área. O árbitro mandou seguir a jogada, mas após revisão do VAR (Árbitro de Vídeo) o pênalti foi assinalado. Fellipe Mateus cobrou e ampliou o placar para o Criciúma.

Após o retorno da partida, Ganso levantou na área, Dudu Vieira teria encostado em Luccas Claro que caiu e o árbitro marcou um pênalti duvidoso para o Fluminense. Abel Hernández cobrou e descontou para a equipe carioca. Aos 32 minutos, Gustavo se enrolou na saída de bola e tocou nos pés de Matheus Martins. O atacante tentou limpar a zaga do Tigre, mas foi travado na hora do chute. O Fluminense e o Criciúma seguiram com uma partida intensa, mas sem maiores oportunidades de gol.

VAR é utilizado pela primeira vez no HH

É a primeira vez que o árbitro de vídeo (VAR) foi utilizado no Estádio Heriberto Hülse em Criciúma. A tecnologia foi comandada pelo árbitro Pablo Ramon Goncalves Pinheiro. O VAR auxiliou o árbitro de campo Caio Max Augusto Vieira na marcação de um pênalti para o Criciúma, aos 20 minutos do segundo tempo.

Árbitro foi chamado a cabine do VAR e após revisão marcou pênalti a favor do Criciúma no HH – Foto: Celso da Luz/CriciúmaEC/NDÁrbitro foi chamado a cabine do VAR e após revisão marcou pênalti a favor do Criciúma no HH – Foto: Celso da Luz/CriciúmaEC/ND

Após mandar a jogada seguir, Caio foi chamado pelo VAR e analisou a jogado no monitor instalado no HH. Com a revisão ele assinalou o pênalti que foi cobrado e convertido por Fellipe Mateus. Já na sequência, o árbitro de campo assinalou um pênalti duvidoso para o Fluminense e o VAR não foi acionado. O que gerou revolta por parte dos torcedores do Criciúma.

FICHA TÉCNICA

Criciúma 2 X 1 Fluminense –Jogo de ida oitavas de final da Copa do Brasil

Criciúma
Gustavo; Alemão Teixeira, Rodrigo, Marcel Scalese e Helder; Arilson (Dudu Figueiredo), Dudu Vieira e Eduardo; Fellipe Mateus (Jessé), Hygor (Gabriel Henrique) e Marcão (Warley). Técnico: Paulo Baier.

Fluminense
Marcos Felipe; Samuel Xavier, Manoel, Luccas Claro e Egídio; Martinelli, Yago Felipe (John Kennedy) e Nenê (Ganso) ; Luiz Henrique (Matheus Martins), Fred (Abel Hernández) e Gabriel Teixeira (Kayky). Técnico: Roger Machado

Gols: Hygor (39’ 1/T), Fellipe Mateus (20’ 2/T) (Cri) Abel Hernández (25′ 2/T) (Flu)
Cartões Amarelos: Marcel Scalese, Gustavo (Cri) Egídio, Yago Felipe (Flu)

Arbitragem: Caio Max Augusto Vieira , auxiliado por Jean Marcio dos Santos e Lorival Candido das Flores. Árbitro de vídeo: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (Quarteto do RN).
Local: Estádio Heriberto Hülse – Criciúma, SC
Data e Horário: Terça-feira (27), ás 19h 15min

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Brasileiro

Loading...