Ex-treinador da Seleção Brasileira morre após sofrer ataque cardíaco

Vinicius Jr lamentou o falecimento de Carlos Amadeu: "Um dos mais importantes em minha formação"

O ex-treinador da Seleção Brasileira sub-17 e sub-20, Carlos Amadeu, morreu neste domingo (15) após ter um ataque cardíaco em sua casa. Aos 55 anos, ele estava treinando nas categorias de base do Al Hilal, da Arábia Saudita.

Ex-treinador da Seleção Brasileira morre após sofrer ataque cardíaco – Foto: Lucas Figueiredo/CBF/Divulgação/NDEx-treinador da Seleção Brasileira morre após sofrer ataque cardíaco – Foto: Lucas Figueiredo/CBF/Divulgação/ND

Amadeu passou três anos e nove meses no comando da Seleções de base do Brasil. Em 2015, esteve à frente do time campeão sul-americano sub-17 que tinha Vinicius Jr, Paulinho e Lincoln. Em fevereiro de 2019 foi demitido do cargo.

Atletas homenageiam Amadeu

O jogador do Real Madrid lamentou o falecimento do treinador: “Sem dúvidas um dos mais importantes em minha formação. Só agradecer por tudo!”

Carlos passou também pela base do Vitória e do Bahia. Pelo tricolor, ele venceu o Campeonato Brasileiro de 1988.

“Consternador, lamentamos com imenso pesar a repentina perda de Carlos Amadeu, ex-técnico do sub-20 tricolor, aos 55 anos, devido a um problema cardíaco”, escreveu o Bahia.

O Al Hilal publicou uma nota oficial e informou a causa da morte:

“O conselho de diretores do clube, presidido pelo Sr. Fahad Bin Saad Bin Nafel, e os empregados do clube ofereceram sinceras condolências e expressaram sua simpatia à família do técnico brasileiro do Al Hilal Sub-19, Carlos Amadeu, que morreu neste domingo depois de um ataque cardíaco em sua casa, em Riad. O Al Hilal ofereceu sinceras condolências à CBF e seus dirigentes, jogadores

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Futebol Brasileiro