Governo do Estado do Rio descarta retorno das partidas de futebol

No estado do Rio de Janeiro, as restrições seguem até 30 de abril. Governador disse, em nota, que é “absolutamente contrário à realização de jogos de futebol”

O governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, declarou não aprovar o retorno das atividades envolvendo futebol, bem como treinamentos e partidas. A proibição faz parte de um conjunto de medidas para fortalecer o distanciamento social durante a pandemia do novo coronavírus.

No estado do Rio de Janeiro, as medidas restritivas, estabelecidas em decreto, seguem até o dia 30 de abril. Procurado pela Agência Brasil, o governador respondeu, em nota, que é “absolutamente contrário à realização de jogos de futebol ou treinos”.

“A pandemia ainda é grave e considero que, neste momento, não é adequado para a saúde e a segurança dos atletas ou de todos aqueles envolvidos nos jogos e treinamentos”, disse, em nota, Witzel.

Na semana passada, o governador postou um vídeo no Twitter anunciando que está com Covid-19.

O campeonato carioca de futebol está suspenso desde o dia 16 de março e deve permanecer paralisado até o dia 30 de abril, segundo resolução da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj).

Na última semana, entretanto, o presidente Flamengo, Rodolfo Landim, segundo informações do jornal O Globo, tentou convencer o governador do Rio a liberar os clubes a voltarem a treinar no próximo dia 21.

No Brasil, todos os campeonatos de futebol estaduais estão paralisados, assim como qualquer competição de nível nacional e internacional disputada pelos clubes do país.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Brasileiro

Loading...