Orejuela volta ao Grêmio apostando em ano de “muitas conquistas”

Lateral colombiano foi apresentado nesta quinta-feira, em Porto Alegre. Destacou carinho pelo clube gaúcho, dizendo que, se tivesse dependido dele, não estaria retornando porque não teria saído

O lateral-direito Orejuela, 26 anos, foi apresentado oficialmente na tarde desta quinta-feira, em Porto Alegre. De volta ao Grêmio após um ano, o colombiano chegou prometendo dar o seu máximo para que o Tricolor tenha um ano de “muitas conquistas”.

Orejuela se mostrou feliz e confiante no retorno ao Grêmio: "muitas conquistas" - Foto: Lucas Uebel/Gremio FBPAOrejuela se mostrou feliz e confiante no retorno ao Grêmio: “muitas conquistas” – Foto: Lucas Uebel/Gremio FBPA

O vínculo do jogador com o clube é por empréstimo junto ao São Paulo. O diretor executivo de futebol do clube, Diego Cerri, destacou que, além de retornar ao Grêmio, Orejuela tem clubes passagens por grandes clubes do Brasil e da Europa, como o Ajax. “Ele volta com mais experiência, se identificando mais com o clube. Além disso, coincidem os momentos dele e do Grêmio. Este será o início de um novo ciclo para ambos.”

Apresentado com a camisa 28, Orejuela fez questão de agradecer à torcida “que confiou em mim, e eu estou muito feliz em retornar. Sei do momento difícil, mas quero fazer um grande trabalho a ajudar para o grêmio voltar para a Série A.”, afirmou.

Orejuela revelou ainda que, se dependesse da sua vontade, não estaria retornando ao Grêmio porque não teria saído. “Sempre quis ficar, assinei para ficar porque gostei deste clube, fiz bons jogos, mas infelizmente não deu certo. Queria muito, muito ficar e estou muito feliz de voltar.”

O lateral explicou que o novo ano traz novos desafios, e ele espera ter sequência, diferente do que ocorreu em 2021. “Eu sempre dou o melhor de mim. Ano passado foi difícil porque eu joguei pouco, tive lesões, mas venho para trabalhar bem, ajudar o clube a alcançar seus objetivos.”

Orejuela é apresentado pelo diretor de futebol do Grêmio, Sérgio Vasques e pelo executivo Diego Cerri. – Foto: Lucas Uebel/Gremio FBPAOrejuela é apresentado pelo diretor de futebol do Grêmio, Sérgio Vasques e pelo executivo Diego Cerri. – Foto: Lucas Uebel/Gremio FBPA

Sobre a forma de jogar ou o estilo que o técnico Vagner Mancini espera, o colombiano afirmou ainda não ter conversado com o treinador. “Teremos muito tempo para conversar, saber o que ele espera que eu faça, a maneira que ele gosta de jogar. Sei que ele gosta de sempre propor o jogo, atacar.”

PRESSÃO E SÉRIE B

Segundo Orejuela, Léo Gomes, que está voltando de longo período afastado por lesão, e Felipe, do time de transição, serão seus principais rivais na luta pela titularidade na lateral-direita. “Pressão sempre vai ter, mostrar ao treinador a cada dia. Além disso Série B é mais pegada, os times lutando para subir. Serão jogos difíceis, em campos difíceis. Todo jogo tem de ganhar.”

“Estou em ótimas condições, pronto para quando o treinador quiser contar comigo”, finalizou.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Grêmio

Loading...