Vagner Mancini: “não se pode analisar futebol pelo resultado”

Treinador alegou um erro isolado para justificar o empate com o Corinthians. Presidente Romildo Bolzan diz que haverá mudanças independentemente de onde o Grêmio estiver em 2022

Nitidamente abatido, o técnico do Grêmio, Vagner Mancini, abriu a entrevista coletiva após o empate deste domingo com o Corinthians destacando que seria difícil falar. “A equipe quis vencer, atacou. Sabíamos que o Corinthians viria para cima da gente e os bloqueamos. E tudo vinha muito bem até um lance aos 42 do segundo tempo, quando afrouxamos a marcação e demos a possibilidade de um arremate de fora da área”, resumiu.

Mesmo abatido, Vagner Mancini fez questão de manter a esperança na salvação. - Foto: Lucas Uebel/Gremio FBPAMesmo abatido, Vagner Mancini fez questão de manter a esperança na salvação. – Foto: Lucas Uebel/Gremio FBPA

“Tomamos um gol que jogou uma ducha fria pra cima de todos nós, mas ainda há possibilidade e vamos nos agarrar muito nisso”, ressaltou o treinador. Mesmo assim, Mancini reconheceu que ficou difícil, mas que o Grêmio buscará a vitória na última partida, nem que seja para dar uma resposta ao torcedor.

O técnico também foi bastante criticado pelas substituições feitas, que fizeram o time perder parte da qualidade e do ímpeto que apresentou no primeiro tempo. “O Rafinha já tinha amarelo, e eu não tinha outro jogador que desse a puxada do contra-ataque como o Vanderson, e por isso ele entrou”, justificou.

Outro problema foi a falta de opções para o lugar do colombiano Campaz. “O Alisson estava há quatro dias sem treinar, eu não tinha alternativa”, argumentou.  Mancini também admitiu que a saída de Thiago Santos, lesionado, tirou parte da força da equipe. “A saída dele pesou para a perda de marcação no sistema central.”

O comandante negou, porém, que tenha recuado a equipe no segundo tempo. “Não concordo. O Corinthians só deu um chute a gol, com William, antes do lance do Renato Augusto. Houve uma estratégia, que vinha sendo bem executada.”

“Se avaliar todo o trabalho pelo gol tomado faltando três minutos tu estás analisando o resultado, e tu não podes analisar o resultado”, afirmou. “Recuar a linha é o que qualquer time que está vencendo faz”, disse o treinador. No jogo contra o São Paulo, contudo, o time se manteve no ataque e venceu por 3 a 0.

TENSÃO NO VESTIÁRIO

Vagner Mancini admitiu que os nervos estavam à flor da pele após a partida. “A gente quase se pega no vestiário. Todo mundo tem brio e sabe que tomar gol aos 42 não estava no script de nenhum de nós.” “Vestiário de muita cobrança, mas também chateação porque quase alcançamos o objetivo.”

Segundo ele, a coletiva levou quase uma hora para começar pois o equipamento do estádio corintiano para a transmissão da entrevista pela internet não estava pronto. Além disso, porém, o Grêmio havia mudado a programação, e a delegação jantou e se preparou para voltar a Porto Alegre ainda no estádio, ao invés de voltar ao hotel como estava programado.

O técnico Vagner Mancini, porém, não voltou a Porto Alegre com o grupo, mas foi para Ribeirão Preto, onde sua mãe estava internada desde sábado. Antonia Monroe Mancini faleceu nesta segunda-feira, na cidade paulista.

Sobre 2022, Vagner Mancini disse que ainda não era a hora de tratar disso, mas que gostaria de ficar. A tendência, porém, é que ele saia e o primeiro nome a ser buscado pelo clube seja o de Roger Machado.

“NADA ESTÁ TERMINADO”

O vice-presidente Denis Abrahão, que também falou com a imprensa após o empate, também estava nitidamente abalado pelo resultado, e sem seu costumaz otimismo e declarações polêmicas. “Eu contava com duas vitórias, e essa primeira escapou aos 42 numa jogada anunciada pelo talento do Renato Augusto.”, disse.

“O grupo é muito capaz. acredita em si. A situação, porém, que já era perigosa, agora ficou mais delicada”, admitiu. “Aqui todos ganham e todos perdem”, lembrou.

Apesar da situação bastante complicada, e da dependência de resultados da noite desta segunda-feira para manter o Grêmio vivo até a última rodada, Abrahão manteve o otimismo. “Enquanto há bambu, tem flechas. Nada está terminado.”

“O GRÊMIO NÃO ACABA”

O presidente Romildo Bolzan admitiu que o Grêmio teve várias oportunidades ao longo do campeonato para escapar da queda a Série B e, até agora, não conseguiu. “Deixamos para a última rodada para resolver tudo. Se não fizermos os pontos é porque não merecemos.”

Resignado com o provável destino do Tricolor para 2022, Bolzan destacou, porém, que o time evoluiu. “Também é fato que se a campanha das últimas partidas fosse a campanha do campeonato todo nós não estaríamos nesta situação.”

O presidente também declarou que ainda não é hora de pensar em 2022, mas que as coisas mudarão, independente do que acontecer. “Vai haver mudanças? Naturalmente vai, em qualquer situação. Não participar de torneio sul-americano vai mudar bastante o perfil do Grêmio.”

“O Grêmio não acaba. Onde estivermos, vamos jogar na mesma linha, um time forte, competitivo. Independentemente de onde vai estar, o Grêmio é o Grêmio.”, finalizou.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Grêmio

Loading...