Inter faz nova vítima carioca: 4 a 2 no Fluminense

Vitória com dois gols já nos acréscimos levou o clube gaúcho para a nona posição, a apenas dois pontos da zona da Libertadores. Edenilson marcou duas vezes e agora é o artilheiro colorado em 2021

Duas vitórias marcando quatro gols em cada, contra dois gigantes cariocas treinados por ex-jogadores gaúchos que fizeram história no arquirrival Grêmio. Esse foi o feito obtido pelo Inter ontem, na vitória por 4 a 2 sobre o Fluminense, no Beira-Rio. Com o resultado, o Colorado chega à nona posição, com 21 pontos, a apenas dois da zona da Libertadores (sexto colocado, o Athletico-PR tem 23).

Edenilson marcou dois gols e passa a ser o artilheiro do time na temporadaEdenilson marcou dois gols e passa a ser o artilheiro do time na temporada – Foto: Ricardo Duarte/Inter/Divulgação

O resultado comprova que o clube, que chegou a flertar a zona de rebaixamento, vive seu melhor momento na competição e agora alimenta o sonho de chegar à principal competição continental em 2022.

“A equipe está ganhando identidade. Foi um bom jogo, como outros que havíamos feito. Foi difícil, pois desperdiçamos chances de definir o placar mais cedo. Mas conseguimos oito gols nos últimos dois jogos, isso é bárbaro. A paz está voltando”, analisou o técnico Diego Aguirre após a partida. “Temos muitas positivas, mas ainda há muito a melhorar. Isso que fizemos é nada perto do que precisamos, mas é sempre bom dar alegrias à torcida”, continuou.

Diferentemente da vitória anterior, quando o Inter fez 4 a 0 no Flamengo de Renato Gaúcho, ontem a vitória foi sofrida. O Inter esteve duas vezes na frente e cedeu o empate ao Flu do gaúcho Roger.  Aos 38 minutos do segundo tempo, o clube carioca fez 2 a 2 e o resultado parecia ser definitiva. Mas o Colorado mostrou muita força de reação e fez dois gols já na prorrogação. Aos 48 e aos 50 minutos, conseguiu mudar um empate que parecia consumado.

Yuri Alberto fez o segundo golYuri Alberto fez o segundo gol – Foto: Ricardo Duarte/Inter/Divulgação

Destaques

Edenilson, com os dois gols de ontem, chegou à marca de 12 em 2021 e passa a ser o artilheiro do clube na temporada.

Depois de um início sem grande brilho, o lateral-esquerdo Moisés cresceu de produção. Única mudança feita pelo técnico Diego Aguirre em relação ao time da rodada anterior, o jogador participou do segundo gol e, sobretudo na etapa final, marcou com firmeza na defesa e fez boas investidas no ataque.

Cuesta mostrou mais uma vez uma característica pouco comum ao zagueiro: excelente aptidão para apoiar o ataque, mas pouca capacidade nas bolas aéreas alçadas à sua área.

O jogo

1º tempo

7min – Cuesta cruzou pela esquerda e Edenílson, de cabeça, fez 1 a 0

44min – Iago Felipe recebeu de Ganso e encobriu o goleiro para fazer 1 a 1.

46min – Abel Hernandes chutou de esquerda e Daniel fez difícil defesa.

2º tempo

Yago lançou Luiz Henrique pela esquerda, que finalizou para boa defesa de Daniel

13min – Moisés cruzou e Yuri Alberto acertou um belo chute de primeira para fazer 2 a 1

27min – Após arrancada sensacional, Taison deixou Yuri Alberto na frente do gol, mas o atacante chutou em cima do goleiro

48min – Cuesta venceu a marcação e cruzou na medida para Edenilson, de novo de cabeça, fazer 3 a 2

50min – No contra-ataque, Guerrero avançou sem marcação e chutou forte para fechar o placar: 4 a 2.

Ficha Técnica

Inter 4 x 2 Fluminense

Data: 15/8/2021

Local: Estádio Beira-Rio (RS)

Inter – Daniel; Saravia (Heitor, aos 26 do 2º tempo), Bruno Méndez, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso (Palacios, aos 38min do 2º tempo), Rodrigo Dourado (Boschilia, aos 38min do 2º tempo), Edenilson e Patrick; Taison (Guerrero) e Yuri Alberto. Técnico: Diego Aguirre.

Fluminense – Marcos; Xavier, Nino, Luccas Claro e Egídio; Martinelli (John Kennedy aos 36 do 2º tempo), André, Yago (Nenê aos 36 do 2º tempo) e Ganso (Wellington); Luiz Henrique (Matheus Martins aos 36 do 2º tempo) e Abel Hernández (Bobadilla). Técnico: Roger Machado.

Gols: Edenilson, aos 7min, e Yago, aos 44min do 1º tempo; Yuri Alberto, aos 13min, Nino, aos 36min, Edenilson, aos 48min, e Guerrero, aos 50min do 2º tempo. Cartões amarelos: Yuri Alberto, Lindoso (I)

Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa), auxiliado por Daniel Paulo Ziolli e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (trio de SP)

Próxima rodada

22/8, Vila Belmiro (SP), Santos x Inter

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Brasileiro

Loading...