Inter lidera o péssimo ranking de expulsões

Cartão vermelho de Edenilson contra o Palmeiras foi o oitavo do Inter no Brasileirão. Técnico Diego Aguirre confirma que conversará com o elenco para melhor a disciplina do time

Um time competitivo faz muitas faltas, algo necessário para ir bem no Campeonato Brasileiro, certo? Erradíssimo. Os clubes da parte de cima da tabela são os mais disciplinados da competição. Fica a dica para o Inter, sétimo colocado com 39 pontos e que, no quesito cartões amarelos e vermelhos, destoa dos concorrentes que estão na frente.

Edenilson prejudicou a equipe ao ser expulso no início do segundo tempo contra o Verdão – Foto: Ricardo Duarte/Inter/DivulgaçãoEdenilson prejudicou a equipe ao ser expulso no início do segundo tempo contra o Verdão – Foto: Ricardo Duarte/Inter/Divulgação

A comissão técnica do Inter acendeu o sinal de alerta depois da derrota por 1 a 0 contra o Palmeiras. Com a expulsão de Edenilson, o time passa a ser o que mais cartões vermelhos levou na competição: 8, igualado apenas pelo lanterna Chapecoense. Em termos de amarelos, a posição colorada também é das piores: foram 67, totalizando 75 cartões. O clube gaúcho só teve mais disciplina que Santos (80 e 3) e São Paulo (75 e 6), e empata com Juventude (71 e 4) e Atlético-GO (68 e 7). Exceção feita ao clube goiano, os demais brigam contra o rebaixamento.

O prejuízo é também no caixa. Cada cartão amarelo custa ao clube R$ 500 (o primeiro, R$ 250), e o vermelho, R$ 2 mil cada. Ou seja, apenas em seus 27 jogos, o Colorado pagou pouco menos de R$ 50 mil de multa à CBF devido aos cartões.

Dentro de campo, o excesso de cartões poderá deixar o time sem um lateral-direito de ofício para a partida contra o Bragantino, quinta-feira, às 20h, no Beira-Rio, duelo válido pela 19ª rodada e foi adiado pela CBF devido aos jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo. Expulso na vitória sobre o Fortaleza, em 19 de setembro, Saravia já cumpriu suspensão automática, mas será julgado nesta quarta-feira e pode pegar até três jogos de suspensão. Reserva imediato, Heitor levou o terceiro cartão amarelo contra o Verdão.

DESCULPAS

Edenilson, em suas redes sociais, admitiu que prejudicou o time ao xingar o árbitro e pediu desculpa. “Venho humildemente reconhecer o meu erro e pedir desculpas a instituição e aos torcedores”, disse em sua postagem no Instagram. Confira:

O Corinthians, sexto colocado (40 pontos) e adversário colorado no domingo, às 16h, no Beira-Rio, lidera o ranking da disciplina, com 34 cartões amarelos e um vermelho. O líder Atlético Mineiro levou 53 e 4. De todos os times à frente do Inter, o que mais levou cartões foi o Fortaleza, terceiro colocado. Os nordestinos levaram 60 e 5.

O técnico Diego Aguirre confirmou que vai conversar com o elenco. “Temos que, obviamente, melhorar isso para não termos mais expulsões desnecessárias”, declarou, após a derrota para o Palmeiras.

TIME

Para a partida contra o Bragantino, Maurício, mais uma vez, será o substituto de Edenilson. O meia-atacante já havia substituído o volante nas três partidas em que ele esteve fora para servir à Seleção Brasileira. Na defesa, se Saravia for punido pelo STJD, a tendência é que Mercado seja improvisado na lateral direita, com Zé Gabriel ou Kaíque Rocha na zaga, ao lado de Cuesta. O titular Bruno Méndez segue em trabalhado de recuperação na coxa direita.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Brasileiro

Loading...