Ceará e América, os novos rivais do Inter na disputa por vaga na Pré-Libertadores

Postulante até algumas rodadas atrás à fase de grupos, agora Colorado terá de se esforçar para chegar na fase inicial da principal competição interclubes do continente

Depois de passar a maior parte do campeonato postulando a vaga direita na Libertadores, o Inter encara as últimas três partidas como provas de fogo para conseguir um lugar na fase inicial, a chamada Pré-Libertadores. Para os clubes brasileiros, significa superar dois adversários (em jogos de ida e volta) antes de conseguir chegar à fase de grupos, de fevereiro a abril. E, com isso, antecipar a preparação para a temporada, o que tem sido sempre muito ruim a todos as agremiações do país

Apesar da atuação discreta contra o Flu, Taison é a principal aposta do Inter para a Pré-Libertadores – Foto: Ricardo Duarte/Inter/DivulgaçãoApesar da atuação discreta contra o Flu, Taison é a principal aposta do Inter para a Pré-Libertadores – Foto: Ricardo Duarte/Inter/Divulgação

Os adversários mudaram. Na maior parte do Brasileirão, o Inter perseguiu Corinthians, Fortaleza e Bragantino para ficar entre os classificados à fase de grupos. Faltando três rodadas para o final da competição, a disputa do Colorado passou a ser contra Ceará e América pela oitava colocação, que garantiria a última vaga.

Ainda em oitavo na tabela, com 47 pontos, o Inter corre sério risco de perder posições. O Ceará, nono com 46, enfrenta o Corinthians na noite desta quinta-feira e, se empatar o jogo, seguirá atrás do clube gaúcho porque tem menos vitórias (12, contra 14). Mas, se bater o Timão, a equipe nordestina pula na frente. No dia 1º, o América, décimo com 45, tem tudo para superar o Inter na tabela: recebe em Minas Gerais a já rebaixada Chapecoense. Ou seja, o Inter poderá cair para o décimo lugar.

Alcançar o Fluminense, sétimo com 51 pontos, é tarefa das mais complicadas. O clube carioca tem duas pedreiras fora de casa (Atlético-MG e Bahia), porém na última rodada recebe no Maracanã, onde ganhou os seis últimos jogos que disputou (entre eles o Inter, na rodada passada), a Chapecoense. Se faturar os três pontos, só será ultrapassado pelo Inter se o clube gaúcho vencer os três jogos que ainda tem a disputar na competição.

REGRAMENTO

O Brasil tem sempre duas vagas na pré-Libertadores (o quinto e o sexto do Brasileirão) e cinco vagas na fase de grupos: os quatro primeiros do Brasileirão e o vencedor da Copa do Brasil, totalizando sete representantes. Porém, este ano, serão sete na fase de grupos: o campeão da Sul-Americana (Athletico-PR) e o da Libertadores (Flamengo ou Palmeiras).

Se o mesmo clube vencer duas ou mais competições, abre vaga para os melhores participantes do Brasileirão – vice da Copa do Brasil, Sul-Americana ou Libertadores não se classificam. Por isso, é praticamente certo que o G6 vai se transformar em G8. Para se transformar em G9, só se o Athletico ficasse entre os oito do Brasileirão – algo virtualmente impossível devido à sua pontuação (é o 12º, com 42 pontos).

A situação obriga o Inter a vencer o Santos, domingo, 19h, no Beira-Rio. O técnico Diego Aguirre espera contar com o retorno do centroavante Yuri Alberto, que faz fisioterapia intensiva para se recuperar das dores no pé esquerdo devido a um problema ósseo.

Jogos que faltam para o Inter – oitavo, com 47 pontos

Santos (C)

Atlético-GO (C)

Bragantino (F)

Jogos que faltam para o Ceará – nono, com 46 pontos

Corinthians (C)

Flamengo (F)

América-MG (C)

Palmeiras (F)

Jogos que faltam para o América-MG – décimo, com 45 pontos

Chapecoense (C)

Bragantino (F)

Ceará (F)

São Paulo (C)

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Inter

Loading...