D’Ale confirma que veio para jogar e para “aconselhar” os mais jovens

Em entrevista coletiva que marcou seu retorno ao clube, D'Alessandro se emocionou e se disse empolgado em conquistar o Gauchão antes da aposentadoria

Além de tentar acompanhar a intensidade que o futebol atual exige, o meia D’Alessandro tem outra função em seu retorno ao Inter: conversar frequentemente com os jovens jogadores para fortalecê-los mentalmente e fazer com que se dediquem cada vez mais ao Inter. A informação foi passada pelo argentino, nesta quinta-feira, em uma entrevista coletiva que marcou seu retorno ao clube no qual conquistou 13 títulos, incluindo Libertadores e Sul-Americana.

Argentino (D) assegura que ficará apenas até 30 de abril – Foto: Ricardo Duarte/Inter/DivulgaçãoArgentino (D) assegura que ficará apenas até 30 de abril – Foto: Ricardo Duarte/Inter/Divulgação

Uma de suas metas é convencer os mais jovens do grupo a darem menos importância às redes sociais. “É uma coisa que complica a vida deles. Hoje eu vejo um colega de clube cumprimentar o outro pelo Instagram. Muitos dão mais importância a mostrar do que a fazer, mas a vida não é assim. Hoje, um jovem já tem empresário, carro, dinheiro no bolso. Mas ele tem de saber que, no momento que ele não dá conta dentro de campo, isso se volta com ele, vão cobrá-lo, e é difícil lidar com isso. É uma coisa que a gente tem de falar com eles, saber chegar nos jovens, e mostrar que é importante fazer história dentro de um clube”, afirmou o atleta.

Um dos maiores ídolos do Inter de todos os tempos, ele tem 517 partidas e está a sete de superar o zagueiro Bibiano, que nos anos 1960 e 1970 disputou 523, e se tornar o segundo jogador que mais defendeu o Inter. O número 1 da lista é o catarinense Valdomiro: 803 nos anos 1970 e 1980. ”Não vim aqui atrás desses recordes. O fato de poder estar no Inter é motivo de muito orgulho”. Autor de 95 gols, D’Ale tem ainda a chance de ser o 14º atleta a atingir a marca de cem gols pelo clube.

Aos 40 anos, D’Ale negou veementemente que possa permanecer no clube após 30 de abril, quando termina seu contrato. “Fico triste de não ter ganho título nacional pelo clube. A história poderia ter sido diferente. Essa conta ficará pendente para mim, mas os jogadores que estão aqui têm de acreditar que podem. Eu ficarei até 30 de abril. Depois, serei apenas torcedor”, salientou.

O meia-esquerda acredita que, apesar de o fôlego não ser mais o mesmo, poderá somar ao time. “Se o treinador pedir intensidade, certamente um jogador com 20 anos tem mais do que eu, mas não fico muito atrás. Claro que a gente não pode lutar contra o tempo, temos de saber nossas limitações. Mas se permitiram a minha volta, é porque acham que é justo e que posso contribuir com a equipe”.

Sobre posicionamento em campo, o argentino disse que ainda não conversou com o técnico Alexander Medina. Lembrou que, nos últimos três anos da carreira, atuou mais como um ponta-esquerda. “Acho que de goleiro o Medina não vai me colocar, nem de lateral. Estou à disposição e muito contente de poder vestir de novo a camisa do Inter”. Aos que consideram o argentino incapaz de atuar no ritmo do futebol atual, ele respondeu com bom humor: “estou muito vivo, com muita força e muito feliz. Igual a um vinho, envelheci com qualidade.

Emocionado ao falar do apoio que recebeu da família, D’Alessandro elogiou “o carinho que o Inter mostra com seus ídolos”. “Aproveito e mando um abraço para o Fábio (goleiro dispensado pelo Cruzeiro), um cara sensacional. Fiquei triste com a saída do Cruzeiro. Tenho certeza que um dia vai aparecer para ele a despedida do Cruzeiro que ele quer. Ele e o Rogério Ceni são exemplos, são caras que se doaram pelos seus clubes”. O meia pediu apoio ao torcedor e disse acreditar em “casa cheia” nos jogos do Beira-Rio pelo Campeonato Gaúcho. A competição, para o atleta, é a chance de se despedir do Colorado com um título. Ele garante que não escolherá jogos para disputar e garantiu não “fugir” das viagens mais longas na competição. A primeira é logo na estreia, dia 26, em Caxias do Sul, contra o Juventude.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Inter

Loading...