Inter vence e embola briga no G6

Com o 2 a 0 sobre o Bahia neste domingo, no Beira-Rio, Colorado pode até ficar em quarto lugar na próxima rodada do Brasileirão e já sonha com a vaga direta na Libertadores 2022

Notícia ruim: o Inter até que fez sua parte e venceu o Bahia por 2 a 0, neste domingo, no Beira-Rio, mas ainda não foi dessa vez que terminou a rodada na zona de classificação à Libertadores, permanecendo na sétima posição. Notícia excelente: com Palmeiras, Fortaleza e Bragantino em baixa, o clube gaúcho embolou no grupo de cima e agora pode sonhar até em ficar entre os quatro primeiros, condição que o permitiria ingressar na fase de grupos da principal competição de futebol da América do Sul em 2022.

Yuri Alberto (C) abriu o placar no Beira-Rio – Foto: Ricardo Duarte/Inter/DivulgaçãoYuri Alberto (C) abriu o placar no Beira-Rio – Foto: Ricardo Duarte/Inter/Divulgação

Na próxima rodada, o Inter poderá terminar na quarta colocação (se o Fortaleza vencer o Sport neste domingo, os gaúchos poderão, no máximo, chegar à quinta colocação). Para isso, Corinthians e Bragantino precisam ficar no empate e, no Ceará, o Fortaleza não pode bater o Atlético-GO. A parte do Inter não é nada fácil: vencer o líder Atlético Mineiro em Minas Gerais, sábado, às 21h.

O clube gaúcho soma agora 32 pontos, um a menos que Corinthians e Bragantino. O Fortaleza é o quarto colocado, com 34 (o time cearense ainda joga neste domingo contra o Sport). Em terceiro aparece o Flamengo, com 35, mas ainda inalcansável para o Colorado, pois soma 11 vitórias, contra 9 do Inter – a equipe carioca tem dois jogos a menos que o Inter. O vice-líder Palmeiras tem 38, mas perdeu três dos últimos cinco jogos e está em declínio. Já o líder Atlético-MG caminha para, depois de 49 anos, voltar a ser campeão brasileiro.

O Inter foi melhor a maior parte dos 90 minutos, mas teve dificuldade para conseguir transformar o domínio em chances de gol. Até que, aos 38 minutos, a mais implacável dupla do time funcionou. Edenilson cobrou escanteio na cabeça de Yuri Alberto, que mandou para as redes: Inter 1 a 0.

Na etapa final, quem esperava que o gol daria tranquilidade ao Inter se surpreendeu. Foi o Bahia que voltou melhor e, aos 24 minutos, só não empatou porque o goleiro Daniel, em um belo voo no canto direito, fez incrível defesa em cabeceio de Gilberto. O time nordestino se mandou para frente e oferecia os contra-ataques ao Colorado, que desperdiçava as chances. Até que, aos 28 minutos, o zagueiro Cuesta apareceu na lateral do campo e cruzou na medida para Dourado ampliar: 2 a 0.

Visivelmente cansado, o Bahia pouca resistência ofereceu a partir daí. Destaque para a estreia do atacante Gustavo Maia, recém-contratado pela direção colorada. O atacante entrou pelo lado esquerdo, seu preferido, apesar de ser destro. Mostrou velocidade e bastante habilidade e, aos 48 minutos, após entrar na área, chutou para boa defesa do goleiro.

Com a derrota, o Bahia ingressou na zona do rebaixamento.  Desde o final do primeiro turno, os jogadores do clube, em forma de protesto, não estão dando entrevistas devido ao atraso no pagamento de salários.

MELHORES LANCES

1º tempo

33min – Heitor cruza pela direita e Víctor Cuesta testa no meio do gol. Mateus Claus defense sem dificuldade

36min – Gilberto recebe na área pela  direita, chuta cruzado e o goleiro Daniel defende

38min – Após cobrança de escanteio, Yuri Alberto cabeceia para o fundo das redes: Inter 1 a 0

2º tempo

24min – Gilberto toca de cabeça no ângulo direito e Danel, de mão trocada, faz uma das mais plásticas defesas do Brasileirão 2021

29min – Victor Cuesta recebe na esquerda e cruza na medida para Marcelo Dourado dar números finais ao marcador: Inter 2 a 0

FICHA TÉCNICA

Inter 2 x 0 Bahia

Beira-Rio, Domingo, 26/9

Brasileirão, 22ª rodada

INTER

Daniel; Heitor (Gustavo Maia), Bruno Méndez, Víctor Cuesta e Paulo Victor; Rodrigo Dourado e Rodrigo Lindoso; Edenilson, Taison (Guerreiro) e Patrick (Maurício); Yuri Alberto (Palacios). Técnico: Diego Aguirre.

BAHIA

Mateus Claus; Nino Paraíba, Lucas Fonseca (Gustavo Henrique), Luiz Otávio e Juninho Capixaba; Edson (Patrick de Lucca), Óscar Ruíz (Thonny Anderson) e Lucas Mugni; Rodriguinho (Gilberto); Isnaldo (Matheus Galdezani)  e Rodallega. Técnico: Diego Dabove.

Gols: Yuri Alberto (I), aos 38min do primeiro tempo; Dourado (I), aos 24min do segundo tempo. Cartões amarelos: Heitor e Victor Cuesta (I); Lucas Mugni e Gilberto (B)

Arbitragem: Bruno Arleu de Araújo, auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Michael Correia. VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (quarteto fluminense).

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Inter

Loading...