Russos fazem nova investida por Yuri Alberto

Zenit estaria disposto a pagar os 20 milhões de euros pedidos pela direção colorada. Clube nega já ter concretizado o negócio.

Cada vez há mais indícios de que o Inter contratou o centroavante Wesley Morares para substituir Yuri Alberto, e não para fazerem dupla de ataque. Nesta quarta-feira, parte da imprensa russa divulgou que o Zenit, que já havia tentado levar Yuri Alberto em 2021, voltou a mirar seus holofotes para o jogador. A direção colorada e o staff do atleta negam que a venda já tenha sido efetivada.

Yuri Alberto participa normalmente da pré-temporada do Inter – Foto: Ricardo Duarte/Inter/DivulgaçãoYuri Alberto participa normalmente da pré-temporada do Inter – Foto: Ricardo Duarte/Inter/Divulgação

O clube russo estaria disposto a pagar os 20 milhões de euros (cerca de R$ 125 milhões) exigidos pelo Inter, dono de 75% dos direitos federativos – a outra parte é dividida entre o Santos, clube que o formou, e a família do jogador.

A quantia, em termos de mercado europeu, é justa para um talento promissor e se enquadra ao perfil de Yuri Alberto. Aos 20 anos, ele tem um bom histórico nas seleções brasileiras de base e, no Internacional, fez 30 gols em 84 jogos. Desde que chegou ao Inter, no segundo semestre de 2020, o centroavante de 1,82m tem mostrado regularidade – poucas são as fases em que ele fica várias partidas sem marca gol.

Outro indício de que Wesley Moraes é uma aposta para substituí-lo vem do técnico Alexander Medina. Nos primeiros treinos do ano, Yuri Alberto tem sido o centroavante do time titular, enquanto Wesley faz a mesma função no time reserva.

REFORÇOS

Enquanto aguarda o acerto com os russos, a direção colorada segue atrás de atacantes especialistas em atuar pelas pontas. Mesmo com o iminente anúncio da contratação de David, do Fortaleza, que está em Porto Alegre  desde segunda-feira e realiza exames médicos, os dirigentes ainda procuraram um atacante especialista em atuar pelas pontas. Os mais perto do Beira-Rio são dois baixinhos sul-americanos, com pouco mais de 20 anos, que atuam nos Estados Unidos.

Rivais na Liga Americana, o argentino Ezequiel Barco, 22 anos, do Atlanta United, e o uruguaio Brian Rodríguez, do Los Angeles FC, estão na mira. Canhoto, Barco tem a preferência. Seu clube, em negociações preliminares, aceitou cedê-lo por empréstimo, mas com uma exigência pouco comum para o futebol brasileiro: o Inter pagaria uma espécie de multa caso ele não participasse de pelo menos 60% das partidas da temporada. O motivo é que os americanos, que pagaram por ele mais de 12 milhões de euros em janeiro de 2018, não querem ter seu “produto” desvalorizado. Mantê-lo na vitrine do futebol seria uma chance de valorização. A cláusula ajuda o Colorado em detrimento do Flamengo, outro que despertou interesse na contratação.

Rodríguez é uma espécie de plano B. Eles custou ao time dos Estados Unidos mais de 10 milhões de euros em agosto de 2018. O Los Angeles assegura ter proposta do Real Sociedad, da Espanha, e prometeu dar uma resposta até o final de janeiro sobre qual será o destino do atleta. O Inter aguarda.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Inter

Loading...