São Paulo anuncia Patrick e Inter fica sem canhoto para o ataque

Patrick s se apresenta nesta segunda ao novo clube. Colorado procura substituto e, no elenco atual, não tem jogador com as mesmas características

Odiado por uns, amado por outros, Patrick deixou o Inter e foi anunciado pelo São Paulo no final de semana. O contrato entre o meia-esquerda e o clube paulista foi assinado no sábado e, horas depois, anunciado pelo Tricolor. Ao contrário do que fez com outros atletas, o Inter não fez alguma postagem de agradecimento, em suas redes sociais, aos serviços prestados pelo atleta.

Patrick assinou por dois anos com o clube paulista – Foto: SPFC/DivulgaçãoPatrick assinou por dois anos com o clube paulista – Foto: SPFC/Divulgação

Patrick assinou por dois anos com o clube paulista e passa a não ter mais vínculo com o Colorado. Em suas mídias sociais, ele se disse feliz de ter chance no “maior clube do Brasil”. O carioca de 1,76m chegou ao Beira-Rio nos últimos dias de 2017. Em quatro anos pelo Colorado, disputou 200 partidas e marcou 48 gols. Foi um dos destaques do time vice-campeão do Brasileirão de 2020, mas em 2021, com a troca de esquema, passou a atuar mais recuado e não manteve o mesmo nível.

Com a saída de Patrick, o Inter fica sem canhoto para o setor. Gustavo Maia, Jan Cuesta e Caio Vidal até podem atuar pelo setor, mas os três são destros. Yuri Alberto e Wesley Moraes, os dois centroavantes, também não costumam fazer as chamadas jogadas de linha de fundo – e ambos têm na perna direita a preferencial.

Liziero, que acaba de chegar do São Paulo, é o único canhoto do meio-campo, porém com postura bem mais defensiva. Não é sua característica aparecer no fundo do campo para cruzamentos como necessita o esquema 4-2-3-1 a ser implantado pelo técnico Alexander Medina. O recém-contratado deve ser um dos dois do meio-campo, pouco à frente da defesa. A tendência é que o treinador escale algum destro (provavelmente Gustavo Maia) pelo setor esquerdo ou que o clube vá às compras.

O canhoto David, 26 anos, que disputou o Brasileirão pelo Fortaleza, é um típico ponta-esquerda e foi sondado pelo Inter. Mas o Fortaleza, com quem tem contrato, pediu R$ 19 milhões para liberá-lo. A direção segue negociando, mas como o clube nordestino vai disputar a Libertadores, dificilmente reduzirá significativamente o valor para liberar o atleta.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Inter

Loading...