Sobis garante ter feito copo mole para ajudar o Inter no duelo contra o Cruzeiro

Criado no Beira-Rio e decisivo nas duas Libertadores conquistadas pelo Colorado, Sobis assegura que errou lances de propósito em 2016, pois seu clube do coração corria risco de rebaixamento

Aposentado desde novembro do ano passado, o atacante Rafael Sobis assegura que, em 2016, quando defendia o Cruzeiro, fez corpo mole para tentar ajudar o Inter, que brigava contra o rebaixamento. Criado no Beira-Rio e um dos principais ídolos colorados do século, Sobis contou que, na partida entre os dois clubes pelo Brasileirão, na 37ª rodada, errou de propósito alguns lances. O Inter venceu o duelo por 1 a 0, mas na rodada final empatou em 1 a 1 com o Fluminense e foi rebaixado.

Sobis (D) anunciou a aposentadoria ao final do ano passado – Foto: YoutubeSobis (D) anunciou a aposentadoria ao final do ano passado – Foto: Youtube

— Eu não entrei na área. Ninguém percebeu, e era um jogo que não influenciava. Bati o escanteio no céu, cara. A bola viajou muito, muito. Eu não bato daquela maneira. A bola foi na mão do Danilo (goleiro do Inter na época) — garantiu o jogador em entrevista ao canal do jornalista gaúcho Duda Garbi, no YouTube.

Natural de Erechim, Sobis praticamente largou o futebol aos 13 anos, quando abandonou o Corinthians, em São Paulo, e voltou à terra natal. Meses depois, o empresário Jorge Machado, que tinha muitos contatos e facilidade com a direção do Inter, o levou para o Beira-Rio. Depois de uma passagem sem grande brilhantismo nas categorias de base, onde amargou a reserva por algum tempo, Sobis contou com a sorte e com uma série de lesões de concorrentes para ganhar chance no time principal no final de 2004.  No ano seguinte, teve uma ascensão meteórica.

Em 2005, foi destaque no time vice-campeão brasileiro. Mas seu ápice foi em 2006, na Libertadores, quando marcou gol nos principais jogos – inclusive nas finais, contra o São Paulo, sendo um dos grandes responsáveis pelo título colorado. Foi vendido ao Betis, da Espanha, no mesmo ano, por 8,5 milhões de euros. Em 2010, retornou ao Colorado e, de novo, foi decisivo na fase final da Libertadores, com gols que asseguraram o bi na competição. Voltou ao Inter em 2019, mas a temporada foi sem brilho. AO final do ano passado, defendendo o Cruzeiro na Série B, disse ter “cumprido a missão” ao evitar que o clube mineiro caísse para a Série C. Aos 36 anos, anunciou sua retirada do futebol profissional.

“O Fernando Carvalho me agradeceu, o Lisca me agradeceu (presidente e técnico do Inter na época)”, continuou Sobis. Sobre um chute seu a gol, da linha de fundo, que cruzou a área com perigo, o atacante alega que não tentou fazer o gol. “Se entrasse, eu estaria ferrado. Claro que a culpa não seria minha, são 37 jogos. Mas as pessoas sempre têm que ter alguém para colocar a culpa” — afirmou.

A revelação fez o ex-jogador ser duramente criticado por alguns torcedores. Em suas mídias sociais, Sobis, campeão brasileiro e da Copa do Brasil pelo Cruzeiro, lembrou que o clube mineiro apenas cumpria tabela e que faria tudo de novo.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Inter

Loading...