JEC busca empate heroico contra o Cascavel na estreia da Série D

Tricolor perdia por 3 a 0 e buscou o empate no segundo tempo na tarde deste sábado (5)

Um jogo heroico e um empate conquistado com muita raça e em 45 minutos. A estreia do JEC na tarde deste sábado (5) deu esperança ao torcedor tricolor. Depois de estar perdendo por 3 a 0, as mudanças promovidas pelo técnico Leandro Zago colocaram o time no jogo e, no segundo tempo, o Tricolor buscou o empate que veio nos acréscimos. O 3 a 3 no placar faz o JEC voltar para casa com um ponto na bagagem e a sensação de que o time pode mais. Carlos Henrique e Leo Itaperuna (2) marcaram para os donos da casa. Yann Rolim, Junior Fialho e Chrystian balançaram a rede e garantiram o empate tricolor.

JEC e Cascavel se enfrentaram na tarde deste sábado (5), no Oeste do Paraná – Foto: Felipe Fachini / FC CascavelJEC e Cascavel se enfrentaram na tarde deste sábado (5), no Oeste do Paraná – Foto: Felipe Fachini / FC Cascavel

Jogando fora de casa e com um time diferente daquele que o torcedor estava acostumado a ver no Campeonato Catarinense. Com a cara de Leandro Zago, as estreias de Xavier e Rafael Pascoal, além de uma zaga com Fernando e Helerson, o JEC entrou em campo com uma equipe mais organizada.

Em um 4-4-2 organizado e com linhas bem conectadas, o Joinville teve mais posse de bola, apostando em uma marcação na linha do meio campo e rodando a bola para encontrar espaços no campo de ataque.

Ocupando bem os espaços e com um time bem distribuído fazendo a aproximação e a cobertura, o JEC dominava a partida com alto volume ofensivo e, além disso, aproximando as duas linhas fechando o espaço da Serpente Aurinegra.

Apesar de superior, o Tricolor levou um susto em bola que explodiu no travessão em belo chute de fora da área de Gama. Aos poucos, os donos da casa equilibraram a partida e, aos 27 minutos, o balde de água fria para o torcedor tricolor. Em cobrança de falta de fora da área, a bola fica em bate e rebate, o goleiro Rafael Pascoal afastou para a área e Carlos Henrique, bem posicionado, não desperdiçou a chance de abrir o placar.

Atrás, o JEC continuou melhor na partida, o time de Leandro Zago continuou melhor, mas foi punido pelo mesmo erro que já vem cometendo: não conseguir marcar. Aos 36 minutos, Leo Itaperuna ampliou o placar. Em contra-ataque rápido, a zaga afastou a bola para a lateral esquerda, Willian Simões ganhou de Edson Ratinho, deixou o capitão para trás, cruzou e Itaperuna, de frente, cabeceou para o fundo da rede e levou a Serpente Aurinegra em vantagem no placar para o intervalo.

Alterações mudaram o Tricolor

Sem mudanças nas duas equipes, o segundo tempo começou como os primeiros minutos de jogo, com o JEC pressionando no campo de ataque e empurrando o Cascavel contra o próprio gol. Com a vantagem no placar e mais tranquilidade, os donos da casa voltaram a equilibrar a partida.

E se o placar já era desfavorável, ficou ainda pior aos 15 minutos quando o Cascavel praticamente repetiu a jogada do gol no primeiro tempo. Pela esquerda, Willian Simões avançou livre e cruzou para Leo Itaperuna que também estava sozinho na área e não teve dificuldade para ampliar.

Com três gols no segundo tempo, JEC arranca empate no Paraná – Foto: Felipe Fachini / FC CascavelCom três gols no segundo tempo, JEC arranca empate no Paraná – Foto: Felipe Fachini / FC Cascavel

O técnico Leandro Zago promoveu as entradas de Chrystian e Junior Fialho no lugar de Luquinhas e Thiago Santos e o time continuou com bom volume ofensivo, mas com dificuldade de finalizar as ações de ataque.

Aos 33 minutos, Yann Rolim descontou depois de muita insistência. O meia avançou pela direita e, em jogada individual, se livrou da marcação, girou na área e, de esquerda, chutou no canto do goleiro Ricardo.

As alterações de Zago surtiram efeito e o segundo gol tricolor saiu da dobradinha. Chrystian avançou pela direita, girou marcado, chutou e a bola sobrou para Junior Fialho livre na área. O camisa 9 chutou firme para diminuir o placar.

O empate veio aos 47 do segundo tempo. Em bola alçada na área pela direita, a cria da base tricolor voltou balançando a rede. Chrystian recebeu na área, girou e venceu o goleiro Ricardo.

Um minuto depois, o Cascavel perdeu uma chance clara de gol. Depois de bater na trave, a bola sobrou na área, mas os donos da casa isolaram a chance de marcar o gol da vitória.

Com um ponto na bagagem, o JEC volta para casa e se prepara para a estreia na Arena Joinville, no próximo sábado (12), contra o Aimoré.

Ficha técnica

Cascavel

Ricardo; Willian Simões (Borech), Giaretta (Carlinhos), Lucas, Afonso e Líbano; Gama, João Pedro (Willyan Sotto) e Robinho; Carlos Henrique (Douglas) e Leo Itaperuna (Duda)

Técnico: Tcheco

JEC

Rafael Pascoal; Renan Castro, Helerson, Fernando e Edson Ratinho; Davi Lopes, Xavier e Yann Rolim (Douglas Packer); Luquinhas (Chrystian), Paulo Victor (Alison) e Thiago Santos (Junior Fialho)

Técnico: Leandro Zago

Cartões amarelos: Giaretta (CAS)

Gols: Carlos Henrique (CAS), Leo Itaperuna (CAS), Leo Itaperuna (CAS), Yann Rolim (JEC), Junior Fialho (JEC), Chrystian (JEC)

Cascavel x JEC

Sábado (5), às 16h

Local: Estádio Olímpico Regional

Árbitro: Renan Novaes Insabralde (MS)

Assistente: Andrey Luiz de Freitas (PR) e Leandro Polli Glugoski (PR)

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Brasileiro