JEC muda o foco para a Copa do Brasil

Tricolor encara o Novo Hamburgo-RS, quarta (9), pelo jogo de ida da competição nacional

Sem muito tempo de comemorar a importante vitória do domingo (6) sobre o Figueirense, o Joinville já mudou o foco e tem de pensar exclusivamente na Copa do Brasil. Antes do jogo da volta da final do Catarinense, que acontece no domingo (13), em Florianópolis, o Tricolor vai à região metropolitana de Porto Alegre (RS), onde enfrenta o Novo Hamburgo pelo jogo de ida da primeira fase da competição nacional. A partida diante do Nóia será disputada em Novo Hamburgo, na quarta, às 19h30.

Rogério Souza Jr./ND

JEC treinou segunda, em Joinville, e nesta terça, em Canoas (RS)

Para o volante, que vem sendo titular na lateral direita, é quase impossível esquecer da final, mesmo tendo um jogo importante da Copa do Brasil pela frente. “É difícil parar de pensar na final. A cidade está respirando a decisão e isso mexe com a gente. Fico pensando nisso o tempo todo. Sonho com isso. É difícil tirar o foco de uma competição como essa, de um momento como esse. Mas agora é Copa do Brasil”, revela, garantindo que não quer ser poupado. “Eu sou jovem. Tenho energia total. Se for para jogar, vamos jogar”.

Sem garantias de time titular em campo, o zagueiro Tiago Medeiros pode ter a chance de atuar por mais tempo do que na final de domingo, em que entrou nos minutos finais no lugar de Juliano. “Eu nunca tinha participado de uma final. Foi um momento muito bom, mesmo que por um minuto. O Hemerson ainda não definiu nada, mas a expectativa é grande para, se pintar a oportunidade, aproveitar da melhor maneira. A gente sempre quer conquistar o nosso espaço. Mas eu tenho que colocar a cabeça no lugar e ver que quem está jogando está muito bem. Nessas horas tem de ter paciência e seguir trabalhando”.

Washington é o novo volante Tricolor

Além da reapresentação, a tarde de ontem foi de novidades no CT. Às 18h30, foi apresentada a nova contratação do JEC, visando a disputa da Série B. Trata-se do volante Washington, que defendeu a Penapolense no Paulistão 2014. O jogador vem por empréstimo até o final do Brasileirão Série B e tem 20% do seu passe pertencente ao JEC, clube que tem direito de compra após o período do empréstimo junto ao clube paulista, uma das sensações daquele estadual deste ano.

Washington, 25 anos, 1,83m, é primeiro volante, posição em que Naldo vem se destacando, mas não vê problema em atuar em outras funções. “Jogo de primeiro volante, mas gosto mais de atuar como segundo volante. Gosto de sair para o jogo. Vou lutar bastante pelo meu espaço. Respeitando todos, mas não vim aqui para passar tempo, vim para jogar. Quem ganha com isso é o clube”, revela, em sua primeira entrevista coletiva. Elogiando muito o Tricolor, o atleta, que teve passagem pelo Figueirense em 2006 e 2011, diz estar realizando um sonho. “Já era um sonho de muito tempo. Fico feliz pela comissão (técnica) ter confiado em mim. Quero agradar muito ela e também os torcedores”.

O jogador viaja hoje pela manhã com o restante do grupo para o Rio Grande do Sul. No entanto, o volante só terá condições de jogo para quarta se seu nome aparecer no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF.

Mais quatro virão antes do Brasileiro

Antes do dia 18, data da estreia do JEC no Campeonato Brasileiro, outras quatro caras novas devem compor o elenco tricolor, como comenta o gerente de futebol César Sampaio. “O número é esse (5) mesmo. Estamos em negociação. Esperamos que esses quatro nomes (fora Washington) possam incorporar o elenco o mais rápido possível”. Para o dirigente, o perfil é de jogador que pense no coletivo. “Temos visto uma unidade no grupo. Parte do sucesso que estamos tendo no estadual é porque todos entendem que o mais importante é o Joinville. Os jogadores estão abrindo mão dos objetivos particulares e estão dando o que tem de melhor para o todo”.

Já Wellington Bruno não deve mais vestir a camisa tricolor na temporada. O meia, que se destacou no Paulistão pelo Botafogo de Ribeirão Preto, está praticamente acertado com o Criciúma. “O Wellington Bruno tinha um pré-contrato conosco. Mas ele se destacou no Campeonato Paulista e chamou a atenção de equipes de Série A. Tínhamos parte dos direito. Ele preferiu ir para Série A pensando na carreira dele. Por méritos ele conquistou isso”, explicou Sampaio.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Futebol Brasileiro

Loading...