Conteúdo por Gazeta Esportiva

Laterais viram alerta para o São Paulo na véspera do Campeonato Brasileiro

O São Paulo fez boa primeira fase de Campeonato Paulista, mas as atuações após o retorno da competição e a eliminação precoce para o Mirassol não foram bem vistas no Morumbi. O técnico Fernando Diniz liga o alerta em alguns setores da sua equipe e, entre eles, estão as laterais.

Juanfran, pela direita, e Reinaldo, pelo lado esquerdo, são os titulares desde a chegada do treinador no clube. Poucas vezes foram contestados, mas as atuações irregulares nos últimos jogos renderam críticas a ambos.

Quem corre mais risco de perder a vaga é o espanhol. Conhecido por um estilo de jogo mais pragmático, com solidez defensiva e poucas chegadas no ataque, Juanfran passou longe de fazer um bom primeiro tempo contra o Mirassol e acabou substituído ainda no intervalo.

Igor Vinícius foi o seu substituto naquela partida, e trabalha para roubar de vez a posição. O jovem de 23 anos, entretanto, também não conseguiu render bem na segunda etapa, e pouco produziu para evitar a derrota por 3 a 2. Ainda assim, seu poder ofensivo é visto com bons olhos por parte da torcida, que já pede sua titularidade. Sem Antony no ataque, pode pintar como opção para ajudar no apoio pelo lado direito, coisa que Juanfran pouco mostrou após o retorno das competições.

Do lado oposto, Reinaldo também liga o alerta. O jogador leva certa vantagem pelo poder ofensivo, mas tem comprometido a equipe na hora da recomposição. Prova disso foi o segundo gol sofrido na eliminação para o Mirassol. O lateral-esquerdo voltou em ritmo lento e não alcançou Juninho, que avançou pelo corredor livre e cruzou para Zé Roberto completar na segunda trave.

Na derrota para o Red Bull Bragantino, o primeiro gol adversário saiu na finalização de Matheus Jesus na entrada da área, mas a jogada teve origem também pelo lado esquerdo, com Reinaldo sendo driblado pelo ponta Artur. O mesmo duelo se repetiu no terceiro gol, e mais uma vez o atacante do Braga superou o lateral são-paulino com tranquilidade, antes de finalizar com categoria para marcar.

Léo é quem tenta roubar a vaga pelo lado esquerdo, mas esbarra nas poucas oportunidades para demonstrar que pode ser titular. Ele atuou apenas contra o Água Santa, quando Reinaldo esteve ausente por conta do nascimento de sua filha, e contra o Guarani, quando o Tricolor poupou os titulares e atuou com a equipe reserva.

Com titulares produzindo abaixo do esperado e reservas que pouco provaram, as duas laterais viram pontos frágeis da equipe de Fernando Diniz nesse reinício de temporada. O treinador precisa arrumar os setores até o domingo, às 16h, quando o São Paulo visita o Goiás pela estreia do Campeonato Brasileiro.

+

Futebol Brasileiro